China desiste de usar milho para produzir etanol

Agronegócio

China desiste de usar milho para produzir etanol

As fábricas vão usar sorgo, mandioca e batata doce como substitutos ao milho
Por:
69 acessos

Reuters - A China, terceiro maior produtor de etanol do mundo, vai parar de usar milho para produzir biocombustível, enquanto o país muda para plantações alternativas como sorgo, informou o jornal China Daily nesta terça-feira (17-07). O uso de plantações de batata doce e mandioca como fonte de produção de etanol também aumentarão os estoques de milho para consumo humano, afirmou o jornal.

A conversão dos quatro maiores centros de produção de etanol do país não seria muito complicada ou custosa, disse ao jornal Xiong Bilin, vice-diretor da Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma. Estas quatro fábricas e as recém-aprovadas usariam sorgo, mandioca e batata doce como substitutos do milho para fabricar etanol, informou Bilin.

A China tem tentado retomar suas ambições iniciais de uso de etanol por causa da inflação e de preocupações sobre matérias-primas, estimuladas por altas nos preços do milho recentemente. Autoridades do setor e traders disseram que a comissão, principal órgão de planejamento econômico da China, estava revisando para baixo a meta de 2010 de produção de etanol para 2 milhões de toneladas, ante as 5 milhões anteriores.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink