China deve reduzir exportações de milho em quase 50%
CI
Agronegócio

China deve reduzir exportações de milho em quase 50%

Os embarques devem recuar para 2,5 milhões de toneladas no período 2007/08
Por:

A China, segundo maior produtor de milho do mundo, deve reduzir suas exportações do grão em quase 50% em função da expansão da pecuária do país para atender ao aumento do consumo de carne e do uso industrial do grão, segundo a Bloomberg. As exportações de milho da China devem recuar para 2,5 milhões de toneladas no período 2007/08, contra 4,5 milhões de toneladas do atual ciclo.

Os preços do milho subiram 87% nos últimos 12 meses devido à produção recorde de etanol e à demanda global por ração animal. Na bolsa de Chicago, os contratos para julho fecharam a US$ 4,1525 o bushel, baixa de 4,25 centavos, na sexta-feira, como reflexo de rolagens de posições. Em São Paulo, a saca de 60 quilos fechou a R$ 20,29, segundo o indicador Cepea/Esalq.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink