China e Europa impulsionarão bioeconomia florestal

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Leia os Termos de Uso e a Termos de Privacidade.


CI
Imagem: Arquivo
MUNDO

China e Europa impulsionarão bioeconomia florestal

O documento destaca que “é de grande importância atingir os objetivos climáticos do Acordo de Paris"
Por: -Leonardo Gottems

Os países da Europa Central e Oriental (PECO) e China concordaram com uma agenda de cooperação para o desenvolvimento da bioeconomia florestal em uma declaração conjunta assinada em 2 de junho. Especialistas disseram que a medida reflete a vontade comum e a necessidade pragmática de aprofundar a cooperação entre os dois lados. 

O acordo foi anunciado durante a terceira conferência de alto nível China-PECO sobre cooperação florestal, realizada virtualmente na qual participaram 16 países, incluindo China, Eslováquia, Eslovênia e Grécia, além da Áustria e da União Europeia como membros observadores. A declaração delineou futuras áreas de cooperação no campo da bioeconomia florestal e apelou à promoção de pesquisas e estudos conjuntos, bem como ao aumento do comércio e dos investimentos entre os membros em atividades relacionadas com as florestas. 

O documento destaca que “é de grande importância atingir os objetivos climáticos do Acordo de Paris e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da ONU”. Cui Zhimin, conselheiro do Ministério das Relações Exteriores da China, disse no encontro que, desde que o mecanismo de cooperação China-PECO foi lançado conjuntamente em 2012 pela China e 16 países PECO, o volume de comércio entre os dois lados aumentou quase 85%. 

O turismo bilateral também quadruplicou e uma série de projetos emblemáticos entre a China e os PECO correram bem, como o porto de Pireu na Grécia e a ferrovia Belgrado-Budapeste, relatou o Global Times. O comércio de produtos florestais também aumentou significativamente ao longo dos anos, já que o volume total quase dobrou de US $ 1,37 bilhão em 2016 para US $ 2,4 bilhões em 2019, refletindo uma taxa média de crescimento anual de 20,5%. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink