China e Rússia podem elevar compras de soja
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,140 (0,73%)
| Dólar (compra) R$ 5,61 (0,05%)


Agronegócio

China e Rússia podem elevar compras de soja

Entre os fatores que devem puxar as exportações, está a crescente demanda de alimentos em nações em desenvolvimento
Por:
920 acessos

PanoramaBrasil - A força da agricultura nacional já levou o Brasil a atender 23% da demanda internacional de soja e a expectativa do governo brasileiro é ampliar essa participação. O produto agrícola é o mais comercializado no mundo, com vendas acumulando, anualmente, US$ 78 bilhões. "E é mais que provável que possamos aumentar ainda mais a nossa participação no mercado", disse Célio Porto, secretário de Relações Internacionais do Agronegócio do Ministério da Agricultura. A avaliação foi feita a participantes do Fórum Internacional de Produtores de Soja & Cia (Soybean Forum), realizado em Salvador (BA).

De acordo com o secretário, alguns fatores devem puxar as exportações do grão. A crescente demanda de alimentos em nações em desenvolvimento, como a China, e os problemas climáticos na Rússia, que recentemente suspendeu as vendas internacionais de grãos por conta da estiagem, são oportunidades para o Brasil. "Experiências anteriores nos mostraram que medidas desse tipo desestimulam a produção local e aumentam a necessidade de importação", comentou Célio Porto, na abertura do Soybean Forum, representando o ministro Wagner Rossi.

O secretário do Ministério da Agricultura considera que a aceleração contínua no preço das commodities nos últimos dez anos e os fatores estruturais, que permaneceram após a crise de 2008, devem resultar em novo recorde nas exportações do agronegócio.

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink