China estabelece cotas de importação de grãos e algodão com tarifa reduzida para 2017

Agronegócio

China estabelece cotas de importação de grãos e algodão com tarifa reduzida para 2017

Cotas para tarifas reduzidas foram sancionadas de acordo com a filiação da China à Organização Mundial do Comércio (OMC)
Por:
1013 acessos

Cotas para tarifas reduzidas foram sancionadas de acordo com a filiação da China à Organização Mundial do Comércio (OMC)

A China aprovou cotas de importação de grãos e algodão com tarifas reduzidas para 2017, informou o órgão de planejamento do país nesta quinta-feira. As cotas, que garantem tarifas de apenas 1 por cento, permanecem inalteradas ante anos anteriores, com a cota de trigo em 9,6 milhões de toneladas, milho em 7,2 milhões e arroz em 5,3 milhões de toneladas.

A cota de importação de algodão foi mantida em 894 mil toneladas, disse a Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma em sua página na internet.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink