China impõe cotas tarifárias de importação de trigo, milho, arroz e algodão

Agronegócio

China impõe cotas tarifárias de importação de trigo, milho, arroz e algodão

As empresas de propriedade estatal terão 90% das cotas de trigo, 60% das de milho, 50% das de arroz e 30% das de algodão
Por:
141 acessos

Agência EFE - A China manterá em 2008 as mesmas cotas tarifárias de importação deste ano para o trigo, o milho, o arroz e o algodão, informou a Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma. A comissão atribuiu cotas tarifárias de importação para o trigo em 9,64 milhões de toneladas, 7,2 milhões de toneladas para o milho, 5,32 milhões de toneladas para o arroz e 894 mil toneladas para o algodão.

As empresas de propriedade estatal terão 90% das cotas de trigo, 60% das de milho, 50% das de arroz e 30% das de algodão, segundo a agência de planejamento. As empresas que planejam importar estes produtos devem apresentar uma solicitação para as cotas tarifárias de importação, informou a comissão.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink