ACORDO

China promete comprar mais soja americana

No comércio agrícola, não há tensão entre os dois países
Por: -Leonardo Gottems
1595 acessos

A China se comprometerá a comprar mais soja dos Estados Unidos durante a visita do presidente Donald Trump a Pequim, prevista para esta semana, de acordo com a agência Reuters. A fonte da agência ainda disse que o comércio de produtos agrícolas tem importância, apesar das crescentes tensões entre as duas maiores economias do mundo.

A China é o maior importador de soja do mundo e os Estados Unidos são o segundo exportador ao país asiático, depois do Brasil. Os compradores chineses assinarão uma carta de intenções com o Conselho de Exportação de Soja dos Estados Unidos se comprometendo a comprar um determinado volume de soja no futuro, mas o volume não foi revelado. Por outro lado, importadores chineses afirmaram em Julho que compraria 12,53 milhões de toneladas de soja oriunda dos Estados Unidos, a segunda maior compra já registrada na história.

O volume para a nova transação seria “muito menos” e refletiria ordens que se cumpririam na temporada de mercado atual que não foram incluídas no acordo de julho, afirmou Paul Burke, diretor-regional do Norte da Ásia do Conselho de Exportação de Soja dos Estados Unidos.

Uma cerimônia com os presidentes dos dois países Trump e Xi Jinping está agendada onde farão a assinatura do acordo. A China ainda promete comprar mais carne bovina, cevada e lácteos de origem norte-americana. Uma compra separada de grãos seria feita através da trading Archer Daniels Midland.

Os Estados Unidos venderam 20,7 milhões de toneladas para a China nos nove primeiros meses deste ano – 14.8% mais que o ano anterior.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink