China tem experimentado vacina da Covid-19 desde julho
CME MILHO (DEZ/20) US$ 3,782 (-0,26%)
| Dólar (compra) R$ 5,38 (2,78%)

Imagem: Pixabay

MUNDO

China tem experimentado vacina da Covid-19 desde julho

Não houve detalhes sobre qual vacina candidata em particular foi usada ou quantas pessoas a receberam
Por: -Leonardo Gottems
154 acessos

O governo chinês tem administrado uma vacina candidata contra o coronavírus a grupos selecionados de trabalhadores-chave desde julho, disse um oficial sênior de saúde, segundo informações divulgadas pelo theguardian.com. Zheng Zhongwei, chefe do centro de ciência e tecnologia da Comissão Nacional de Saúde, disse à organização de mídia estatal CCTV no domingo que o governo havia autorizado o “uso de emergência” de uma vacina Sars-Cov-2 para trabalhadores, incluindo profissionais de saúde e oficiais de fronteira. 

Não houve detalhes sobre qual vacina candidata em particular foi usada ou quantas pessoas a receberam, mas Zheng disse que ela foi administrada de acordo com a lei, sob poderes que permitem o uso limitado de vacinas não aprovadas durante eventos graves de saúde pública. 

“Elaboramos uma série de pacotes de planos, incluindo formulários de consentimento médico, planos de monitoramento de efeitos colaterais, planos de resgate, planos de compensação, para garantir que o uso de emergência seja bem regulado e monitorado”, disse Zheng, acrescentando que planejavam “Expandir” o teste para outros grupos antes do outono e inverno. 

Na segunda-feira, o premiê chinês, Li Keqiang, disse que a China priorizaria os países da região do Mekong - que abrange Mianmar, Laos, Tailândia, Camboja e Vietnã - quando iniciar a produção internacional de vacinas. Li disse em uma reunião de líderes online da Cooperação Lancang-Mekong que a China também criaria um “fundo especial de saúde pública” para a região. 

À medida que o progresso em direção a uma vacina continua, a China parece ter intensificado seus esforços de diplomacia de vacinas, oferecendo acesso priorizado a países onde está competindo por influência em meio a relações amargas com outras nações como os EUA, Reino Unido e Austrália. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink