China volta a detectar covid-19 em carne brasileira
CI
Imagem: EuroSLA
PROBLEMAS

China volta a detectar covid-19 em carne brasileira

A cidade “adotou rapidamente medidas de emergência”
Por: -Leonardo Gottems

Após uma investigação em Wuhan, na China, foi detectado que o lote de produtos importados, que consistia de 1.006 caixas com um total de 27 toneladas de carne, que havia saído do porto de Santos no Brasil e chegado a Wuhan no dia 17 de agosto, embora ainda não tivesse acessado ao mercado, estava contaminado com coronavírus. As informações foram divulgadas pela Comissão de Saúde local.

A cidade “adotou rapidamente medidas de emergência”, refere a mesma nota, incluindo o armazenamento da carga e a testagem e isolamento de pessoal que teve contacto com as embalagens. “Todos os produtos congelados envolvidos foram lacrados e o ambiente foi completamente esterilizado”, disse a Comissão de Saúde local. 

A prefeitura local divulgou comunicado sobre “fortalecimento adicional” dos testes de vírus em alimentos importados da rede de frio para a realização de inspeções em todos eles na cidade. Além disso, a comissão instiga os cidadãos a respeitar as medidas de prevenção e controle da epidemia, a não comprar alimentos congelados importados "em particular" e a verificar ativamente o relatório de teste do produto antes do consumo. 

Além destes, no dia 13 de agosto, traços do novo coronavírus também foram encontrados na superfície de embalagens contendo asas de frango congeladas oriundas do Brasil, na cidade de Shenzhen, que se localiza junto a Hong Kong. Nesse cenário, a China respondeu por 40% das exportações agrícolas brasileiras no primeiro semestre deste ano, um valor recorde de 20,5 mil milhões de dólares (17,3 mil milhões de euros), segundo dados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink