Chineses querem conhecer programas da Conab de apoio à agropecuária

Agronegócio

Chineses querem conhecer programas da Conab de apoio à agropecuária

Encontro ocorreu nesta segunda-feira (05.12)
Por:
865 acessos

Uma delegação de empresários chineses participa, nesta segunda-feira (5), de encontro de trabalho com equipe técnica da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), no Rio de Janeiro, para conhecer os programas desenvolvidos pelo governo federal e operacionalizados pela Conab no apoio ao setor agropecuário.

A reunião é uma iniciativa da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-China, que tem como meta a promoção do intercâmbio e a cooperação bilateral nos campos econômico, acadêmico e cultural.

Um dos temas de interesse do empresariado asiático armazenagem A Conab conta com cerca de 170 unidades armazenadoras próprias distribuídas em todas as regiões do país, com capacidade estática total de 2,3 milhões de toneladas e é responsável pelo gerenciamento do Sistema de Cadastro Nacional de Unidades Armazenadoras (Sicarm).

O Sicarm auxilia os agricultores na tomada de decisões logísticas e ainda é utilizado pelo Governo como base para definir políticas públicas de apoio ao setor, além de servir como fonte para pesquisas no Brasil e no exterior. De acordo com o sistema, o Brasil conta com cerca de 17 mil armazéns, entre públicos e privados, com capacidade para estocar 163,4 milhões de toneladas.

Além de traçar um panorama da armazenagem no país, a Conab apresentará aos empresários chineses outras ações como o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), a Política de Garantia de Preços Mínimos para a Sociobiodiversidade (PGPM-Bio) e o Programa de Vendas em Balcão (ProVB).


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink