Chuva dá sobrevida ao arroz e à soja no Rio Grande do Sul

Agronegócio

Chuva dá sobrevida ao arroz e à soja no Rio Grande do Sul

Por:
1 acessos

As chuvas da última semana deram uma sobrevida de 15 dias aos produtores de arroz gaúchos. Segundo pesquisador do Irga, Valmir Menezes, as precipitações recuperaram arroios e rios, mas foram insuficientes para reabilitar mananciais. O aumento do ataque de lagartas também se constitui em mais problemas para os orizicultores, devido à estiagem e às elevadas temperaturas. A tendência é que metade da área cultivada com arroz possa ser infestada, contra 15% da safra anterior. Uma mudança no clima, com mais chuvas até o final do mês, pode reverter esse quadro.

Já a lavoura de soja, que em São Borja ocupa 60 mil hectares, sente os benefícios pela reposição da umidade no solo. Levantamento divulgado pela Fepagro ontem revelou que a chuva do fim-de-semana na região variou de 8 a 40 milímetros.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink