Chuva do início de outubro ainda não foi suficiente para as lavouras no Sul do MS

Agronegócio

Chuva do início de outubro ainda não foi suficiente para as lavouras no Sul do MS

Maioria das lavouras cultivadas encontra-se na fase de emergência ou seja, fase em que a planta vai brotar
Por:
717 acessos

Maioria das lavouras cultivadas encontra-se na fase de emergência ou seja, fase em que a planta vai brotar

Até o momento, a chuva do início dessa semana, que ocorreu em Dourados e região, ainda não foi suficiente para repor a umidade do solo e chegar a condição ideal para as lavouras de soja que começaram a ser plantadas a partir de 15 de setembro.

A maioria das lavouras cultivadas encontra-se na fase de emergência ou seja, fase em que a planta vai brotar. Nesse estádio, a cultura não tem grandes exigências de água, como ocorre no estádio reprodutivo da lavoura, porém a umidade é necessária para promover um bom estabelecimento da lavoura por meio da germinação completa das sementes cultivadas, explica o pesquisador da Embrapa Agropecuária oeste, Carlos Ricardo Fietz.

Ontem, segunda-feira, 4 de outubro, choveu: 6 mm em Dourados, 3 mm em Rio Brilhante, 16mm em Ponta Porã e 30 mm em Sete Quedas. Já, em Campo Grande e Sidrolândia não foi registrada chuva. Nessa terça-feira, 5 de outubro, até o momento, em Dourados a chuva chegou a 10mm. "A chuva de hoje, pelo menos até agora, já contribui muito com a melhoria na condição das lavouras de soja de Dourados. Mas, ainda existe a necessidade de aproximadamente 35mm de chuva em Dourados para que a umidade do solo chegue a condição ideal", disse Ricardo.

Ele explica ainda que o mês de setembro, que tradicionalmente é um mês relativamente chuvoso, com média histórica de 102mm, foi muito seco, pois esse ano, a chuva em setembro foi de apenas 18mm. Apesar de agosto ter sido um mês chuvoso, no mês de setembro a umidade do solo declinou muito.

Quanto a previsão de chuva para outubro, dados do Instituto Nacional de Pesquisas Especiais (Inpe) revelam que a chuva vai terminar ainda hoje na região e deve retornar apenas no início da semana que vem, durante o feriadão.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink