Chuva e frio podem comprometer as lavouras
CI
Imagem: Pixabay
PRÓXIMA SEMANA

Chuva e frio podem comprometer as lavouras

Algodão e milho podem ter limitações na colheita, já a geada pode pegar o trigo
Por: -Aline Merladete

Ao longo destes próximos dias, temos a formação e avanço de uma frente fria pelo cone sul do Brasil. Essa frente fria já atua com bastante intensidade no extremo sul do Rio Grande do Sul no decorrer desta quarta-feira (03). A tendência é do avanço do sistema, mas com menor intensidade sobre Santa Catarina e Paraná até sexta (05/08).

Porém, entre a noite de sábado (06) e madrugada de domingo (07/08) um novo sistema de baixa pressão surge sobre o Paraguai. Além disso, essa área de baixa pressão estará fortalecida com o intenso fluxo de ar quente e úmido, carregado pelos ventos conhecidos como Jatos de Baixos Níveis. Os temporais ao longo de domingo podem ser fortes sobre o oeste de Santa Catarina e sul do Paraná.

As projeções mostram que este sistema vai configurar uma nova frente fria com grande chances de avançar para o Mato Grosso do Sul, sudoeste do Mato Grosso e São Paulo ao longo da segunda-feira (08). Com este avanço, teremos a formação de um corredor de umidade entre a região norte até a costa sudeste do Brasil. Desta forma, são esperadas chuvas fortes sobre o sudoeste do Mato Grosso e Sul de Minas entre a noite de segunda e terça-feira (09/08).

Ainda seguindo o que as projeções indicam, a frente fria perde força entre a quarta e quinta-feira da próxima semana, mas possibilitando a incursão de uma massa de ar frio pelo cone sul do Brasil. Esta situação, de acordo com as últimas simulações, indica a possibilidade da formação de geadas entre terça (09) e quarta-feira (11/08) nas serras do sul do Rio Grande do Sul e entre o meio oeste de Santa Catarina e sul do Paraná.

IMPACTOS NAS LAVOURAS

Milho -Risco de chuva na colheita 

Em MT, a colheita alcança 90% da área semeada e os rendimentos continuam elevados na maioria das regiões.  Em MS, o clima favoreceu a queda de umidade dos grãos, acelerando os trabalhos de campo, mas na iminência das chuvas da próxima semana alguns produtores terão limitações para a finalização da colheita nestes dois estados. Em GO, os danos causados pelo déficit hídrico e ataques de cigarrinhas tornam-se mais evidentes com a evolução da colheita, mas sem grandes impactos pela previsão de chuva na próxima semana. Em SP, as chuvas tamb?e podem atrapalhar a colheita, visto que no estado, segue lenta com lavouras afetadas pelo ataque de cigarrinhas. 

Algodão -  Risco de  chuva na colheita 

No cenário nacional, 50.2% do algodão ainda segue nos estádios finais da cultura. Em MT  e MS, as condições climáticas da próxima semana podem limitar o ritmo da colheita. Em GO, a colheita avança nas regiões Leste e Sul. Ainda nas lavouras do GO, há problemas de qualidade na fibra em algumas localidades no Extremo-Sul devido a geadas e chuvas tardias. Na região Leste, algumas áreas apresentam menor produtividade em função do estresse hídrico ocorrido na fase reprodutiva. 

Trigo - Risco de geada 

No RS, até o último dia 30, pelo menos 4% das lavouras ainda não estavam semeadas. Sendo que na Campanha e Zona Sul, as chuvas vão continuar dificultando o avanço da semeadura. E há uma pequena sinalização para geada nesta região.  No PR, as chuvas devem ser favoráveis para as lavouras em estágios mais avançados nas regiões Norte e Oeste, em fase de enchimento de grãos. Em SC, a previsão de chuva também é favorável à cultura que está em desenvolvimento vegetativo e em início de floração. Contudo a sinalização de geadas sobre essa região poderá limitar o potencial vegetativo do trigo. 

Acesse a previsão do tempo completa aqui.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.