Chuva e granizo atingem parte do Brasil
CI
Imagem: Valdenir Rezende / Correio do Estado
AGROTEMPO

Chuva e granizo atingem parte do Brasil

A tarde desta terça-feira (1º) foi de transtornos causados pela chuva em Campo Grande (MS)
Por: -Eliza Maliszewski

A tarde desta terça-feira (1º) foi de transtornos causados pela chuva em Campo Grande (MS). Houve queda de granizo, árvores caíram e até um outdoor foi arrancado. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) havia previsto a chuva e destaca que as temperaturas não devem cair, chegando a 42ºC em algumas regiões.

Uma forte chuva de granizo também atingiu Luzilândia, norte do Piauí. O fenômeno foi explicado pela atuação de um Vórtice ciclônico de altos níveis (Vcan) estaria atuado sobre o estado e provocou o fenômeno. Em pouco mais de uma hora de chuva, o município acumulou 31,6 milímetros. Já nas últimas 24 horas foram registrados 64 milímetros de chuva.

Por outro lado estados do Sul e Minas Gerais sofrem com os efeitos da estiagem. Na Zona da Mata mineira cafeicultores já esperam quebra de até 40% na safra 20/21 de arábica, influenciada pela bienalidade da cultura associada às chuvas irregulares. Em 2020 a região produziu uma média de 40 sacas por hectare. No ano que vem a média não deve passar de 24 sacas por hectare.

Após um dia de muitos temporais no MS, entre a noite de ontem e a madrugada dessa quarta feira (02) as instabilidades se deslocaram para sul do Goiás, oeste e norte de São Paulo e sul de Minas Gerais. Isso por conta da disponibilidade de umidade nessa região e a presença de um cavado – região alongada de baixa pressão. 

No decorrer do dia a influência de uma frente fria localizada no oceano, canaliza o fluxo de ar quente e úmido que vem da Amazônia dando condições para chuvas com temporais em boa parte do centro sul do país como nos estados do Mato Grosso do Sul, Paraná, São Paulo, sul de Minas e Rio de Janeiro. Já no noroeste do Rio Grande do Sul e oeste de Santa Catarina, além da umidade a influencia de uma região de baixa pressão entre o norte da Argentina e Paraguai, são quem dão as condições para ocorrência de temporais nessa região. 

No centro norte do país, o vórtice ciclônico de altos níveis ainda atua deixando o tempo firme em boa parte do Mato Grosso, Goiás, Tocantins e no interior nordestino até o Piauí. Em especial no oeste do Mato Grosso, não se descarta a formação de um temporal isolado, por conta do calor em superfície e umidade disponível.

Maiores acumulados de chuva nas ultimas 12 horas pelas estações automáticas do INMET  e pluviômetros do Cemaden

89.2mm - TERESÓPOLIS-RJ (Tres Corregos)
80.2mm - UBATUBA-SP (Centro)
77.4mm - UBATUBA-SP (Centro)
73.4mm - UBERLÂNDIA - MG (INMET)
71.6mm - MARÍLIA-SP (Nova Marilia)
68.4mm - DIVINÉSIA-MG (Centro)
68.2mm - MARÍLIA-SP (Aeroporto)
65.2mm - UBATUBA-SP (Estufa II)
61.5mm - MARÍLIA-SP (Avenida Carlos Artencio)
61.4mm - MARILIA - SP (INMET)
60.4mm - SÃO CARLOS-SP (Agua Vermelha)
60.4mm - RIBEIRÃO PRETO-SP (Centro)
60.0mm - UBERLÂNDIA-MG (Pampulha)
58.8mm - RIBEIRÃO PRETO-SP (Ribeirao Preto)
57.0mm - MARÍLIA-SP (Realengo)
54.2mm - UBATUBA-SP (Marafunda)
53.2mm - UBATUBA-SP (Tenório)
52.8mm - LEME-SP (Centro)
45.6mm - SÃO JOSÉ DO RIO PRETO-SP (Jardim Maria Candida)
44.8mm - BAMBUI - MG (INMET)
43.1mm - UBATUBA-SP (Parque dos Ministérios)
41.2mm - BAURU-SP (Vila Universitária)
40.6mm - MONTE CARMELO-MG (Boa Vista)
39.8mm - ARARAQUARA-SP (Jardim Brasil)
37.6mm - IBATIBA-ES (Centro)
37.4mm - BAURU-SP (Vila Industrial)
35.6mm - UBATUBA-SP (Itamambuca)
35.1mm - UBÁ-MG (Ub  Pequeno)
34.8mm - RIBEIRÃO PRETO-SP (Bonfim)
34.4mm - BAURU - SP (INMET)
34.0mm - PRESIDENTE PRUDENTE - SP (INMET)
32.6mm - RIBEIRÃO PRETO-SP (Distrito Norte)
32.2mm - RIBEIRÃO PRETO-SP (Jd Prof. Antonio Palocci)
31.8mm - TERESÓPOLIS-RJ (Est. Teresópolis/Nova Friburgo)
31.5mm - NOVA FRIBURGO-RJ (Caledônia2)
30.5mm - TERESÓPOLIS-RJ (Parque do Imbui)
30.4mm - ARARAQUARA-SP (Centro)
29.9mm - MARIANA-MG (Centro)
28.7mm - SÃO PAULO-SP (São Mateus)
28.2mm - BARBACENA-MG (João PauloII)
27.6mm - SÃO SIMÃO - SP (INMET)
27.4mm - RIBEIRÃO PRETO-SP (Jardim São José)
27.4mm - RIO CLARO-SP (Vila Operária)
27.1mm - RIO CLARO-SP (Jardim Conduta)
26.9mm - SÃO PAULO-SP (Boa Esperança)
26.0mm - BAURU-SP (Jardim Ouro Verde)
25.2mm - PARATY-RJ (Vila Colonial)
24.4mm - UBATUBA-SP (Ubatumirim)
23.3mm - CONSELHEIRO LAFAIETE-MG (Santa Matilde)
23.2mm - CONSELHEIRO LAFAIETE-MG (Belavinha)

Menores temperaturas mínimas no amanhecer de hoje pelas estações do INMET. 

11.6°C - BOM JARDIM DA SERRA MORRO DA IGREJA - SC (INMET)
13.5°C - CAMBARA DO SUL - RS (INMET)
13.7°C - MARIA DA FÉ - MG (INMET)
13.8°C - AGUAS EMENDADAS - DF (INMET)
14.0°C - SÃO JOAQUIM - SC (INMET)
14.4°C - MONTE VERDE - MG (INMET)
15.1°C - MONTALVANIA - MG (INMET)
15.1°C - RIO PARDO DE MINAS - MG (INMET)
15.1°C - SÃO JOSÉ DOS AUSENTES - RS (INMET)
15.9°C - PIATÃ - BA (INMET)
16.0°C - BAGÉ - RS (INMET)
16.0°C - INÁCIO MARTINS - PR (INMET)
16.0°C - RANCHO QUEIMADO - SC (INMET)
16.1°C - GAMA (PONTE ALTA) - DF (INMET)
16.2°C - CURITIBANOS - SC (INMET)
16.2°C - LAGES - SC (INMET)
16.2°C - PASSA QUATRO - MG (INMET)
16.2°C - RIO NEGRINHO - SC (INMET)
16.3°C - CORRENTINA - BA (INMET)

*Material elaborado com base nas informações equipe Agrotempo


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink