Chuva exige maior cuidado com a plantação
CI
Agronegócio

Chuva exige maior cuidado com a plantação

No caso de cultivo de verduras, quem produz em ambientes protegidos corre menos riscos
Por:
Agrônomo da Secretaria de Agricultura explica que, no caso de cultivo de verduras, quem produz em ambientes protegidos corre menos riscos

As chuvas frequentes dos últimos dias têm afetado a produção agrícola, principalmente o cultivo de verduras e legumes. Nesta época do ano, a produção fica mais difícil, com perdas maiores nas lavouras, o que tende a piorar a qualidade e elevar os preços dos produtos nas feiras, supermercados e varejões.

O agrônomo da Secretaria Municipal de Agricultura, Marco Aurélio Cestare, explica que, no caso de cultivo de verduras, quem produz em ambientes protegidos, como estufas, por exemplo, corre menos risco com a produção. Em ambientes sem proteção, o excesso de chuva e a falta de luz, por causa dos dias nublados, podem prejudicar o cultivo. “O excesso de água e a falta de luz interferem na fisiologia da planta, prejudicando seu desenvolvimento”, comenta Cestare.

O agrônomo explica que janeiro é a época propícia para o plantio de árvores. Com o solo bem irrigado, elas têm maior probabilidade de vingar. Quando o plantio é feito nos meses de abril e maio, por exemplo, que são mais secos, o risco de perder a planta é bem maior.

Os cultivos de milho e soja também são bons para esta época. Porém, ressalta, quando o milho está começando a florescer, a chuva não é adequada, pois estraga o pólen que absorve água e não floresce, atrapalhando a formação dos grãos da espiga.

Ele afirma que a agricultura é uma atividade de risco. Conforme Cestare, 15 minutos de chuva intensa podem estragar a produção e acabar com o investimento feito na plantação.

TEMPO

E a previsão é de mais chuva para os próximos dias. Até segunda-feira (23), existe 80% de probabilidade de chuva, segundo previsão feita pela Estação Meteorológica da Defesa Civil de Rio Claro. Para esta quinta-feira (19), a previsão é de um dia nublado com curtos períodos de sol e pancadas de chuva com trovoadas. A temperatura deve variar entre 17ºC e 25ºC. O mesmo deve se repetir nos próximos dias.

O diretor da Defesa Civil, Danilo de Almeida, diz que, a cada dia, a zona de convergência muda. Isso faz com que chova mais em alguns locais que em outros, como aconteceu na terça-feira (18), quando choveu intensamente na zona sul do município em detrimento de outros locais.

Porém, segundo ele, não houve registro de enchentes e alagamentos. O nível do Rio Corumbataí subiu, mas não transbordou. O diretor afirma que a Defesa está alerta e intensificou o monitoramento das áreas de risco para agir prontamente em caso de necessidade.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.