Soja

Chuva melhora plantio de soja no país

Com a confirmação das previsões de chuva para o Centro-Oeste, o plantio da safra brasileira de soja avançou com mais rapidez nos últimos dias
Por:
131 acessos

De acordo com levantamento feito pela AgRural, a confirmação das previsões de chuva para a região Centro-Oeste fez com que o plantio da safra brasileira de soja avançasse com mais rapidez. Até o dia 2 de outubro, a área destinada à oleaginosa no país estava semeada, ante 30% uma semana antes. Ainda há atraso, contudo, em relação aos 53% do mesmo período do ano passado. A média de cinco anos é de 44%. Ainda há áreas que precisam de mais umidade no Centro-Oeste, especialmente em Goiás, mas há previsão de novas chuvas nos próximos dias.

LIDERANÇA

Após avançar 20 pontos em uma semana, quem lidera o plantio brasileiro agora é Mato Grosso do Sul, onde 78% da área está semeada. Mesmo assim, o estado segue atrás dos 86% do ano passado, mas tem leve vantagem sobre a média de cinco anos. Os vizinhos Mato Grosso e Goiás também trabalharam em ritmo forte, favorecidos pelo aumento das chuvas e pressionados pelo atraso nos trabalhos. Em Mato Grosso, o plantio saltou de 43% para 61% em uma semana, mas segue atrás dos 81% da safra passada e ligeiramente abaixo dos 62% da média de cinco anos. Goiás, que foi o destaque negativo da semana passada, quando apenas 6% da área estava semeada, chegou a 33%, mas segue atrás dos 69% do ano passado e dos 46% da média de cinco anos.

MATOPIBA

As chuvas que chegaram com mais força ao Centro-Oeste nesta semana também atingiram o Matopiba, favorecendo o início do plantio. Até o último dia 2, 2% da área estava plantada no Maranhão, 1% no Tocantins e no Piauí, e 5% na Bahia. Os três primeiros têm pequeno atraso em relação à média de cinco anos, mas a Bahia está em linha.

SUL

No outro extremo do país, o Paraná segue em ritmo acelerado, com 74% de sua área já plantada, ante 72% na safra passada e 65% na média de cinco anos. O vizinho Santa Catarina, por sua vez, tem 38% de sua área já semeada (adiantado em relação à média), enquanto o Rio Grande do Sul plantou 12% (ligeiramente atrasado).

Sudeste

No Sudeste, São Paulo segue adiantado, com 52%, mas em Minas Gerais o plantio ainda está em 7%, contra 15% na média de cinco anos. As chuvas recentes, aliadas à previsão de novos volumes nos próximos dias, deve melhorar o ritmo do plantio mineiro na semana que vem.

MILHO VERÃO

Plantio de milho verão chega a 49% da área do Centro-Sul Com os trabalhos ainda lentos em Minas Gerais e Goiás, onde só agora as chuvas começam a ficar mais regulares, o plantio de milho verão avançou pouco na semana, passando de 46% para 49% da área prevista para o Centro-Sul do país. Há um ano, 63% da área estava semeada. A média de cinco anos é de 51%. No Sul, onde o plantio está praticamente concluído, as lavouras se desenvolvem bem. 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink