Chuvas amenizam risco no Paraná

Agronegócio

Chuvas amenizam risco no Paraná

Precipitações trouxeram alívio às lavouras de milho do Estado
Por:
759 acessos
As chuvas que caíram em pontos isolados do Paraná nas últimas semanas trouxeram alívio às lavouras de milho do estado. O volume de precipitações chegou a 80 milímetros em pontos isolados. Para retomar efetivamente as expectativas otimistas de produtividade, porém, a safra paranaense ainda precisa espantar o fantasma da geada. “Essa é a maior preocupação do produtor no momento, ainda mais porque estamos diante de um inverno rigoroso”, conta Margorete Demar­chi, agrônoma do Departa­mento de Economia Rural (Deral), da Secretaria Estadual Estado da Agricultura (Seab). Ela lembra que por enquanto não há nenhum alerta para a ocorrência do fenômeno, mas que maior parte do grão ainda está suscetível ao clima. Relatório de acompanhamento de safra da Seab aponta que 65% da área no Estado estão em frutificação ou maturação, fases em que as plantações mais necessitam de água.


De todo modo, o boletim destaca que cerca de 70% das lavouras estão em boas condições de desenvolvimento e somente 5% estão em estado considerado ruim. Puxada pelas regiões Oeste e Sudoeste, que tradicionalmente plantam milho mais cedo, a colheita alcança 2% da área do Paraná. (CR)

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink