Chuvas atrasam plantio de trigo na América do Sul?
CI
Agronegócio

Chuvas atrasam plantio de trigo na América do Sul?

Estimativas de produção estão mantidas
Por: -Leonardo Gottems

Chuvas intensas têm atrasado o plantio de trigo em todos os países produtores da América do Sul. Na Argentina, o atraso é de 28% comparado à média dos últimos cinco anos, segundo a Bolsa de Comércio de Rosario. No Uruguai, o plantio só avançou para 5% da área, contra 20% no mesmo período do ano passado, diz o Monitor Agrícola do Uruguai. Já no Paraguai, o atraso não é significativo, afirma o
AgroSouth News.

No Brasil, o plantio de trigo no Rio Grande do Sul alcançou 12% da área - comparado a 24% de média para este período. Mesmo com esses atrasos, a estimativas de produção para todos os países sulamericanos estão mantidas. A produção argentina deve ser de 12,3 milhões de toneladas, a do Brasil de 7 milhões de toneladas, e Uruguai e Paraguai devem produzir 3 milhões de toneladas ambos. 


No entanto, preocupações com o fenômeno climático El Niño e possíveis perdas continuam. "Acreditamos que se essa intempéries continuarem, os preços de trigo tendem a crescer na América do Sul, como no ano passado. Toda a cadeia deve se preparar para as consequências desses eventos", recomendou Luiz Pacheco, dono da consultoria Trigo & Farinhas.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink