Clima

Chuvas mais regulares ajudam no avanço da semeadura da soja em Mato Grosso

Ainda assim, os trabalhos estão atrasados em relação a safra passada
Por:
64 acessos

Em outubro, as chuvas ocorreram em maior volume no final do mês e ajudaram no avanço da semeadura da safra de grãos 2017/2018, especialmente no Brasil Central, aonde os atrasos nas precipitações vinham comprometendo o plantio.

Os maiores volumes foram registrados no noroeste de Mato Grosso e boa parte de Mato Grosso do Sul. Nestas áreas, as precipitações chegaram a 150-200 milímetros no acumulado até o dia 31 do mês que se encerrou.

Em Mato Grosso, até o dia 20 de outubro, a semeadura da soja tinha atingido 25,8% da área prevista para a temporada. Com as chuvas, os trabalhos avançaram para 44,1% em uma semana, segundo dados do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).

Ainda assim, os trabalhos estão atrasados em relação a safra passada, quando neste mesmo período 67,7% da área de soja havia sido semeada.

Para o começo de novembro estão previstas chuvas mais regulares e melhores distribuídas pelo país. A expectativa é de que a semeadura avance em um ritmo mais intenso no Centro-Oeste nas próximas semanas, tirando, em parte, os atrasos.

Entre os dias 1 e 9 de novembro os volumes acumulados poderão chegar a 150-200 milímetros no Brasil Central.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink