Chuvas podem aliviar preocupações em relação à safra 2020

CHUVAS

Chuvas podem aliviar preocupações em relação à safra 2020

Caso as chuvas sigam irregulares, a peneira dos cafés e a qualidade dos lotes podem ser prejudicadas, reduzindo o rendimento
Por:
337 acessos

O levantamento do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) aponta que as chuvas no final de outubro em regiões produtoras de arábica aliviaram parte das preocupações de cafeicultores na safra 2020/2021.

Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), entre 26 de outubro e 3 de novembro, enquanto as estações de Manhuaçu (Zona da Mata/MG), Londrina (PR), Franca (Mogiana/SP) e Patrocínio (Cerrado Mineiro/MG) registraram precipitações de 31 a 84 mm. Em Varginha (Sul de Minas/MG) e Marília (Garça/SP), não houve acumulados significativos de chuvas.

Cafeicultores de regiões em que as chuvas somaram baixo volume ainda não registram prejuízos, mas já começam a se atentar à espera de mais precipitações. Vale lembrar que até meados de outubro, chuvas escassas e altas temperaturas resultaram em queda de algumas flores em lavouras mais novas.

Para os próximos dias, a Climatempo indica chuvas para as regiões de café arábica. Mesmo que o clima siga favorável daqui para frente, alguns cafeicultores relatam que parte das lavouras não deve atingir o potencial produtivo na próxima temporada, uma vez que os cafezais não estão em condições fisiológicas excelentes.

Agora, caso as chuvas sigam irregulares, a peneira dos cafés e a qualidade dos lotes podem ser prejudicadas, reduzindo o rendimento durante o beneficiamento dos grãos. No geral, estimativas mais precisas sobre a produção e a qualidade da safra 2020/2021 poderão ser feitas apenas após o enchimento e a granação.

Em relação ao canéfora, nas últimas semanas não foram verificadas chuvas expressivas no Espírito Santo. Até o momento, apesar do registro da queda de alguns chumbinhos, agentes não acreditam em grandes impactos na produção de 2020/2021. Entretanto, é essencial o retorno de precipitações mais volumosas para o bom desenvolvimento da safra, especialmente em dezembro, quando se inicia o enchimento dos grãos.

Já em Rondônia, boas chuvas têm sido registradas, sendo que o desenvolvimento da temporada 2020/2021 tem ocorrido de forma satisfatória. Segundo dados do Inmet, apenas entre 26 de outubro e 4 de novembro, a estação de Cacoal registou 77,8 mm de precipitação.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink