CIB diz que três variedades de milho OGM estão prontas
CI
Agronegócio

CIB diz que três variedades de milho OGM estão prontas

Pesquisadores do CIB explicam que três variedades de milho transgênico estão prontas para liberação
Por:

Pesquisadores que integram o Conselho de Informações sobre Biotecnologia (CIB) explicam que três variedades de milho geneticamente modificado (OGM) estão prontas para serem aprovadas para comercialização. Os eventos – como são chamados – são resistentes ao glufosinato de amônio e a insetos, como a lagarta, considerada um dos maiores inimigos da cultura, pois atacam dentro do cartucho do grão.

Aguardam a liberação comercial o processo da Monsanto do Brasil Ltda, com uma variedade resistente a insetos da ordem lepidóptera (lagarta, o milho Guardiam), o da Syngenta Seeds Ltda, com uma cultivar resistente a insetos da ordem Lepidoptera (Milho Bt11) e o processo da Bayer CropScience Ltda para liberação de milho tolerante ao glufosinato de amônio, o mais antigo entre os que estão na pauta de liberação. O pedido da Bayer foi protocolado em dezembro de 1998.

Greenpeace – Para a ONG, a audiência de hoje “trata-se de uma grande farsa, já que a Comissão não autorizou a participação na audiência de nenhum dos cientistas sugeridos pelas entidades da sociedade civil. Manteve apenas os cientistas favoráveis aos transgênicos”.

Em nota divulgada para imprensa ontem à tarde, a ONG critica a decisão da CTNBio, “fica assim mantida a ilusão de que a ciência está a favor dos transgênicos e os ambientalistas contra”.

A audiência, segundo o Greenpeace, foi exigida pela Justiça, mas em vez de colocar em pauta apenas a variedade produzida pela Bayer, conforme exigia a decisão judicial, o presidente da CTNBio Walter Colli resolveu incluir na pauta todos os milhos transgênicos em discussão, sete no total.

“Com essa farsa, a CTNBio poderá votar e aprovar, nas reuniões marcadas para os dias 21 e 22), dois pedidos de liberação comercial de milhos transgênicos - o Liberty Link da Bayer e o MON810 da Monsanto - que estavam aguardando justamente a realização da audiência pública”.

Na nota, o Greenpeace diz que existem outras cinco variedades de milho transgênico na fila, mas que não deverão ser aprovados nesta sessão da CTNBio por que os cientistas ainda não apresentaram seus pareceres.

A transgenia - Planta transgênica é aquela que recebe um gene de outro ser vivo já encontrado na natureza e que confere novas características à planta, como tolerância à herbicidas, resistência a algumas pragas ou aumento no teor de nutrientes.

A transgenia é um dos pilares da biotecnologia, que significa bio= vida + tecnologia= aplicação dos conhecimentos da ciência, ou seja, “aplicação dos conhecimentos da ciência da vida”.

A biotecnologia já é utilizada há décadas em diversos setores: produção de alimentos, vacinas, medicamentos, produtos de higiene e limpeza, entre outros que se consome diariamente.

A transgenia na agricultura nada mais é do que a aplicação do conhecimento científico atual com o objetivo de melhorar as plantas e facilitar a produção de alimentos, tendo em vista a preservação do meio ambiente e a redução de custos de produção, com maior produtividade e qualidade.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink