Citricultores estão próximos de acordo com Dreyfus

Agronegócio

Citricultores estão próximos de acordo com Dreyfus

Os citricultores ligados à Faesp esperam assinar com o grupo Louis Dreyfus, na semana que vem
Por: -Fernando Lopes
2 acessos
Depois de acertarem os ponteiros com a Cutrale, no dia 20 de dezembro, os citricultores ligados à Federação da Agricultura do Estado de São Paulo (Faesp) esperam assinar com o grupo Louis Dreyfus, na semana que vem, acordo similar para garantir também com a multinacional francesa um reajuste emergencial dos preços de fornecimento de laranja para a fabricação de suco.


É mais um passo de um arrastado processo de negociações no qual os produtores tentam ser compensados pela disparada das cotações internacionais do suco de laranja de meados de 2004 para cá, em razão de problemas estruturais na oferta da Flórida provocados por furacões naquele ano e em 2005. As conversas entre citricultores e empresas radicadas em São Paulo consumiram três meses de 2006, foram definidas em agosto sem a participação de Citrosuco e Citrovita e só agora começaram a ser efetivamente firmados.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink