Citricultura: Indústria prevê melhora com novo conselho

Agronegócio

Citricultura: Indústria prevê melhora com novo conselho

Consecitrus irá direcionar as relações entre os citricultores e a indústria esmagadora
Por:
218 acessos

Ribeirão Preto (SP) - A criação do Consecitrus (Conselho Estadual de Citricultura), que irá direcionar as relações entre os citricultores e a indústria esmagadora, servindo de base para a definição do preço da fruta, deverá também aumentar a participação do produtor na quantidade de laranja que é enviada para processamento nas fábricas.

A opinião é do diretor corporativo da Cutrale, Carlos Viacava. "No setor canavieiro, a criação do conselho permitiu o aumento de produção de cana por parte dos fornecedores. Acho que com a laranja isso deve ocorrer de forma parecida."

Para Viacava, com o Consecitrus, o setor deixaria de focar na transação entre citricultor e indústria, já que o preço pago pela fruta estaria estabelecido previamente. "Com isso, o citricultor vai focar na produção."

No caso da Cutrale, a laranja que sai de pomares "independentes" já é maioria -atualmente, só 35% da fruta processada na safra sai de fazendas da própria companhia.

Até o próximo dia 17, a CitrusBR realiza uma série de encontros com citricultores das regiões de Cordeirópolis, Araraquara, São José do Rio Preto, Bebedouro e Itápolis (SP) para discutir a formação do Consecitrus.

Está prevista a criação de uma fórmula fixa para remunerar os produtores, como acontece com a cana.
No caso da cana, o ATR (açúcar total recuperável) é usado como base para essa fórmula. Para a laranja, a base seria o "sólido solúvel", que mede a concentração de extrato da fruta para a produção de suco.

O presidente da Associtrus (Associação Brasileira de Citricultores), Flávio Viegas, diz que a criação de uma fórmula de preço para o setor é viável, mas precisa ser feita de maneira equilibrada -balizada principalmente no custo de produção da laranja.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink