Clima deve favorecer aumento da produtividade para as lavouras do Oeste da Bahia

Agronegócio

Clima deve favorecer aumento da produtividade para as lavouras do Oeste da Bahia

O clima favorável e as previsões de chuva para o oeste baiano indicam um aumento da produtividade e, consequentemente, uma boa perspectiva para a safra 2016/17
Por:
272 acessos

O clima favorável e as previsões de chuva para o oeste baiano indicam um aumento da produtividade e, consequentemente, uma boa perspectiva para a safra 2016/17. Foi o que apontou o 1º levantamento, realizado na última terça-feira (19), pelo Conselho Técnico da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba).

Para a lavoura de soja, que está com o plantio concluído, a área cultivada é de 60 mil ha a mais que a safra passada, chegando a 1,580 milhão de hectares. Quanto à produtividade, a estimativa é de 56 sacas por hectare, que continua a representar a melhor média já alcançada no oeste baiano.

Já o plantio de algodão na Bahia terá área de 202 mil hectares, sendo 192 mil ha no Oeste, confirmando uma redução de 15% em relação ao ano passado. O aumento mais expressivo é do milho, que, após dois anos de recuo, cresceu 33% comparado à safra 2015-16, com 180 mil hectares plantados.

O Conselho Técnico da Aiba é formado por representantes de associações de produtores, sindicatos, multinacionais, instituições financeiras e órgãos governamentais. As previsões são feitas sempre considerando fatores como perspectivas de mercado, nível tecnológico, condições climáticas e controle fitossanitário.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink