Clima favorece ferrugem na soja no Paraná

Agronegócio

Clima favorece ferrugem na soja no Paraná

Por:
1 acessos

As chuvas dos últimos dias têm propiciado o aparecimento da ferrugem asiática na soja e de doenças de final de ciclo no Paraná. Até ontem, pelo menos 177 municípios do Estado registravam o surgimento da doença nas lavouras. A ferrugem asiática é um fungo que causa manchas nas folhas e prejudica o desenvolvimento do grão. A conseqüência é baixa produtividade.

Esse clima está propício para o surgimento da doença, já que os fungos gostam de umidade e calor, explica o pesquisador da Embrapa Rafael Moreira Soares. A preocupação existe, diz ele, porque as chuvas têm sido intensas e a doença tem aparecido todos os dias em lavouras espalhadas pelo Estado. A Embrapa recebe amostras diariamente de produtores de todo Paraná.

Segundo o pesquisador, as chuvas estão dificultando a entrada de máquinas nas lavouras para que os produtores possam fazer o controle da doença.Quando mais demora para aplicar o fungicida, menor é o efeito dele na planta. Só que os produtores não conseguem entrar com os maquinários.

A preocupação maior, segundo ele, é com o plantio mais tardio. São as lavouras mais suscetíveis à ferrugem porque estão na fase de reflorescimento, argumentou Soares. No entanto, o surgimento da doença não tem sido comprometor economicamente, nesse momento, até porque boa parte das lavouras no Estado está em fase final de enchimento de grãos. "Mesmo assim, é sempre importante ficar atento e fazer o monitoramento para detectar a possível presença da ferrugem", enfatiza.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink