Clima favoreceu colheita de trigo no RS

Agronegócio

Clima favoreceu colheita de trigo no RS

O período foi favorável à colheita de trigo no RS e ao processo de maturação das lavouras que se encontram em final de ciclo
Por:
389 acessos

O período foi favorável à colheita de trigo no Rio Grande do Sul e ao processo de maturação das lavouras que se encontram em final de ciclo. Durante a semana, os produtores puderam alcançar o índice de 15% de área colhida, contra os 8% verificados na semana passada e tendo ainda 26% em fase de maturação e prontos para serem ceifados. As primeiras cargas retiradas começam a mostrar as conseqüências (negativas) do longo período de chuva e alta umidade, ocorrida no final de setembro e início de outubro.

Muitas lavouras tiveram o processo de maturação prejudicado, com a formação de grãos desuniforme e, de maneira geral, com peso específico baixo e rendimentos que oscilam entre 1,5 mil kg/ha e 2 mil kg/ha. A ocorrência de granizo recentemente veio, para alguns, agravar esses prejuízos. Devido à intensidade do fenômeno, muitas lavouras acalmaram, o que acarretará problemas na colheita e tenderá a diminuir os rendimentos esperados.

Se para alguns produtores os prejuízos foram significativos (com perda total inclusive), o que os força a procurar o seguro, no geral o fenômeno não deverá ter impacto significativo na produção total do Estado. Na Região Administrativa de Ijuí, por exemplo, o levantamento relativo às perdas provocadas pelo granizo indica que apenas 1% (+/- 2.300 ha) do total da área cultivada com a cultura foi atingido. A produção que deixará de ser colhida é de 0,5% do total esperado pela região (350,9 mil t).

Nas demais regiões, onde ocorreu o fenômeno, a situação não é muito diferente. Na comercialização, os preços da saca de 60 kg oscilaram dentro de patamares praticamente estáveis, porém apresentando tendência de baixa devido à entrada de produto novo da safra 2007. Com efeito, nessa semana, o preço médio oferecido ao produtor teve queda de 1,02%, baixando para R$ 28,04. As informações são da assessoria de imprensa da Emater/RS.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink