Clima prejudica qualidade do feijão no RS

Agronegócio

Clima prejudica qualidade do feijão no RS

O clima também vai influenciar na produtividade e qualidade da safrinha
Por:
1 acessos

Responsável por 43% de quebra na primeira safra de feijão preto no Rio Grande do Sul, colhida em fevereiro, o clima também vai influenciar na produtividade e qualidade da safrinha. Para o técnico da gerência de planejamento da Emater/RS, Renan Corá de Lima, além de atrasar a colheita, que deve se estender até o final do mês, a chuva no final do ciclo prejudicará a qualidade dos grãos. "A tendência é o produtor guardar os melhores para semente", diz.

Segundo Lima, a cotação da saca vem crescendo gradativamente desde dezembro e os R$ 83,71 pagos hoje já superam a média histórica. "A seca diminuiu a oferta e influenciou no preço". Com a seca, as perdas no primeiro ciclo refletiram diretamente no cultivo da safrinha. "Poucos plantaram e, desses, muitos não colheram ainda, porque o grão não germinou ou não conseguiu granar por causa da chuva durante a floração", explicou.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink