Clima

Clima prejudica ritmo da moagem de cana no Norte-Nordeste

Como resultado, a produção de açúcar totalizou 507.637 toneladas até 16 de outubro, queda de 37,9%
Por:
76 acessos

A moagem de cana-de-açúcar na região Norte-Nordeste segue em ritmo lento em meio às condições climáticas pouco favoráveis para a colheita. Segundo informações da Datagro Consultoria, até a primeira quinzena de outubro foram processadas 13,727 milhões de toneladas de cana na região, contra 16,470 milhões em mesmo período da safra 2016/17, queda de 16,7%.

De acordo com a Datagro, boa parte das indústrias de Pernambuco e Alagoas decidiu postergar o início das atividades devido ao clima ainda chuvoso no começo de setembro. Ao mesmo tempo, diante da melhora das condições climáticas, as usinas enxergam a possibilidade para permitir que os canaviais recuperem o desenvolvimento prejudicado pela falta de chuva no início de 2017.

Com a maior participação das destilarias na moagem total até o momento, o mix para o açúcar atingiu 31,7% até a primeira metade de outubro, dez pontos percentuais abaixo do mix observado há um ano.

Como resultado, a produção de açúcar totalizou 507.637 toneladas até 16 de outubro, queda de 37,9%. No mesmo intervalo, a produção de etanol somou 667,96 milhões de litros, queda de 4,4%.
 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink