Clima teve influência para o milho segunda safra
CI
Imagem: Pixabay
POSITIVO

Clima teve influência para o milho segunda safra

Nos estados do Mato Grosso e Paraná, maiores produtores de milho segunda safra, os dados espectrais estão refletindo a boa condição dos cultivos
Por: -Aline Merladete

Apesar da redução no volume de chuvas no centro-sul do país, as condições durante as primeiras semanas de abril foram favoráveis para o desenvolvimento do milho segunda safra nos principais estados produtores, em função do armazenamento hídrico no solo.

Esta edição do estudo abrange o monitoramento agrícola das principais regiões produtoras de grãos do país, considerando os cultivos de verão, Safra 2021/2022, durante o período de 1 a 21 de abril de 2022 e pode ser acessado na página da Conab, na Internet.

Nos estados do Mato Grosso e Paraná, maiores produtores de milho segunda safra, os dados espectrais estão refletindo a boa condição dos cultivos por meio das anomalias positivas do Índice de Vegetação (IV) e da sua evolução acima da média e da safra passada.

Somente em Minas Gerais, no oeste da Bahia e em partes de São Paulo e Goiás houve restrições por falta de chuvas e baixa umidade disponível no solo, impactando o desenvolvimento das lavouras e resultando em anomalias negativas.

As informações são do Boletim de Monitoramento Agrícola (BMA), publicado esta semana pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.