CMN dá mais prazo para financiamentos de áreas afetadas por enchente ou seca

Agronegócio

CMN dá mais prazo para financiamentos de áreas afetadas por enchente ou seca

Por:
223 acessos

O Conselho Monetário Nacional (CMN) estabeleceu ontem (29) novo prazo para reconhecimento pelos governos estaduais de situação de emergência ou estado de calamidade pública por enchente, nos estados do Norte e Nordeste, ou por seca, nos estados do Sul, Sudeste e Centro-Oeste.

Por recomendação dos ministérios da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e do Desenvolvimento Agrário (MDA), o prazo de 15 de junho foi adiado para 15 de julho. Eles alegaram que os estados tiveram dificuldades para efetuar o reconhecimento dos decretos porque abrangiam grande número de municípios.

Com isso, o CMN também adia, de 14 de setembro para 15 de outubro, a data de vencimento das operações de custeio contratadas no âmbito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), cujos produtos tiveram perda em função de seca no Rio Grande do Sul, em Santa Catarina, no Paraná, em São Paulo e Mato Grosso do Sul.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink