CNA debate pagamento por serviços ambientais
CME MILHO (DEZ/20) US$ 3,650 (0,50%)
| Dólar (compra) R$ 5,55 (0,74%)

Imagem: Marcel Oliveira

DEBATE

CNA debate pagamento por serviços ambientais

CNA se reuniu para debater uma série de temas como o pagamento por serviços ambientais
Por:
179 acessos

A Comissão Nacional de Meio Ambiente da CNA se reuniu na terça (15), por videoconferência, para debater uma série de temas como o pagamento por serviços ambientais e os impactos para o agro da Política Nacional de Resíduos Sólidos.

A proposta do programa Floresta + foi apresentada pelo secretário de Florestas e Desenvolvimento Sustentável do Ministério do Meio Ambiente, Joaquim Leite.

Presidente da comissão da CNA e da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Amazonas (Faea), Muni Lourenço reforçou que a remuneração dos serviços ambientais para o produtor rural é um pleito do setor.

“O pagamento por serviços ambientais é prioridade para a CNA, pois recompensará os produtores rurais pela grande contribuição na conservação ambiental. O programa é bem-vindo porque vai concretizar o artigo 41 do Novo Código Florestal que trata do apoio e incentivo às atividades que conciliam a produção agropecuária e conservação florestal”, destacou.

O secretário Joaquim Leite afirmou que o objetivo do programa é fomentar o mercado de serviços ambientais, conservar e recuperar a vegetação nativa. "Com isso, esperamos valorizar os benefícios gerados pela conservação de florestas nativas associando o desenvolvimento econômico, clima, comunidades e biodiversidade”.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink