CNA diz que condenação a gigantes brasileiras da laranja é “absurdo”

Agronegócio

CNA diz que condenação a gigantes brasileiras da laranja é “absurdo”

Empresas foram punidas por contratação temporária de trabalhadores
Por: -Leonardo Gottems
1477 acessos

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) divulgou nota oficial nesta quarta-feira (03.04) classificando como “absurdo” a punição das chamadas “gigantes brasileiras da produção de suco de laranja”. As empresas Cutrale, Citrosuco, Citrovita e Louis Dreyfus Commodities foram condenadas, em primeira instância, a pagar multas por danos morais por conta da contratação temporária de trabalhadores rurais.

“É com enorme preocupação que a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) vem a público chamar a atenção da sociedade para o absurdo a que estão sendo submetidas as gigantes brasileiras da produção de suco de laranja”, sustenta a CNA. 

A entidade ressalta que “metade do suco de laranja consumido no mundo é produzida pelas fábricas da Cutrale, Citrosuco, Citrovita e Louis Dreyfus Commodities. Mas depois de décadas de investimento em tecnologia e inovação, que colocam nossa agroindústria no topo do ranking mundial de qualidade, a retribuição que esses empresários recebem é uma condenação judicial”. As multas somam R$ 400 milhões.

Segundo a CNA, “a prestação de serviços temporários é um instrumento mundialmente aceito, que deveria ser fortalecido no Brasil, para atender à sazonalidade de determinadas atividades que vão além da agricultura. Uma situação que vai na contramão das relações empresariais e trabalhistas do mundo moderno, que miram a agilidade e a redução de custos”.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink