CNA e Conab vão acompanhar custos de produção em conjunto

Agronegócio

CNA e Conab vão acompanhar custos de produção em conjunto

O objetivo da parceria entre iniciativa privada e pública é formular em conjunto uma metodologia padrão de apuração dos custos do setor
Por:
140 acessos

O presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Fábio de Salles Meirelles, e o presidente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Wagner Rossi, assinaram nessa quinta-feira (08-11) um termo de cooperação técnica para atualizar e monitorar os custos de produção da atividade agrícola. O objetivo da parceria entre iniciativa privada e pública é formular em conjunto uma metodologia padrão de apuração dos custos do setor, que permita conhecer a rentabilidade de pequenos e médios produtores e retratar a realidade do campo. A solenidade de assinatura será na sede da Conab, em Brasília, e contará com a presença do ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Reinhold Stephanes.

A partir de agora, as informações geradas pelo levantamento dos custos de produção passam a ser referência para a formulação de políticas públicas para o setor agropecuário, como medidas de apoio à comercialização e a Política de Garantia de Preços Mínimos (PGPM). “Essa cooperação técnica permitirá ao setor produtivo contribuir efetivamente para o aprimoramento e a reformulação de instrumentos de política agrícola que apóiem o homem do campo e evitem o êxodo rural”, ressalta o presidente da CNA.

Para o presidente da Conab, Wagner Rossi, o acordo é “um avanço democrático”, que permitirá a colaboração dos diversos segmentos do agronegócio representados pela CNA. “As informações trazidas serão úteis, pois poderão subsidiar em tomadas de decisões mais positivas para garantir o abastecimento da população e o fortalecimento agronegócio, tornando o processo mais democrático”, defendeu Rossi. O levantamento de custos de produção começa a ser feito na pecuária de leite e nas culturas de grãos. As informações são da assessoria de imprensa da CNA.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink