CNA e Federações do Centro-Oeste discutem propostas para Plano Agrícola e Pecuário

Plano Agrícola e Pecuário

CNA e Federações do Centro-Oeste discutem propostas para Plano Agrícola e Pecuário

CNA e a Famato realizaram nesta quarta (14), em Cuiabá, uma reunião para discutir propostas do setor produtivo da região Centro-Oeste para o Plano
Por:
197 acessos

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e a Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) realizaram na quarta (14), em Cuiabá, uma reunião para discutir propostas do setor produtivo da região Centro-Oeste para o Plano Agrícola e Pecuário 2018/2019.

Foi o segundo dos três encontros que a CNA está fazendo para ouvir as demandas regionais para o PAP 2018/2019. A reunião na capital mato-grossense teve a presença do secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Neri Geller, e dirigentes das federações de agricultura e pecuária do Centro-Oeste.  

O objetivo é reunir e consolidar as principais reivindicações para levar ao governo federal como contribuição para construir o plano.  Na semana passada, o encontro foi em Florianópolis. O terceiro será na sexta (16), em Uruçuí (PI).

“É extremamente importante ouvir os produtores rurais da região Centro-Oeste por ser uma região referência na produção agrícola do Brasil. É no campo, na lavoura, no meio rural que o agro acontece, por isso queremos levar daqui as principais demandas do setor produtivo rural”, disse o vice-presidente da CNA, José Mário Schreiner.

O presidente da Famato, Normando Corral, disse que Mato Grosso é um estado pujante na produção agropecuária. Desta forma, vai contribuir com diretrizes relevantes para a próxima safra. “Trouxemos aqui os dados que temos, principalmente os que foram levantados pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) para o aprimoramento da política agrícola da região Centro-Oeste”, destacou Corral.

Durante o encontro foram debatidos temas como a necessidade de construção de mais armazéns, redução das taxas de juros, ações prioritárias e estratégicas para o seguro rural, crédito rural, comercialização, Programa de Garantia de Atividade Agropecuária (Prodeagro), Zoneamento Agrícola de Risco Climatizado (ZARC) e outros. 

Também participaram a assessora técnica da CNA, Fernanda Schwantes, produtores rurais, técnicos e dirigentes de sindicatos rurais e representantes de entidades do agro.

Contribuições online - Além da discussão presencial das propostas regionais, a CNA também está realizando uma pesquisa online até 23 de março com os produtores rurais para saber as principais necessidades e demandas para a safra 2018/2019.

Neste levantamento são abordadas questões como o crédito rural, condições de financiamento, linhas de investimento prioritárias, instrumentos de mitigação de riscos e direcionamento de políticas setoriais de médio prazo.

A consolidação e a validação das sugestões levantadas nas reuniões técnicas e na pesquisa online com os produtores serão feitas ainda neste mês, em reunião na sede da CNA, em Brasília.

Veja o link da pesquisa  

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink