CNA pede R$ 81 bilhões para financiar safra 2005/06

Agronegócio

CNA pede R$ 81 bilhões para financiar safra 2005/06

O total de recursos necessário para financiar a safra 2005/06 é de R$ 81,4 bilhões, conforme a CNA
Por: -Admin
1 acessos

O total de recursos necessário para financiar a safra 2005/06, incluindo linhas de custeio, comercialização e investimento, é de R$ 81,4 bilhões. O cálculo consta no documento Propostas do Setor Produtivo e do Sistema Cooperativista para o Plano Agrícola e Pecuário 2005/06, preparado pelo Conselho Superior de Agricultura e Pecuária do Brasil (Rural Brasil) e entregue nesta quarta-feira (13-04) ao ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Roberto Rodrigues.

Conforme explica o presidente do Rural Brasil e da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Antônio Ernesto de Salvo, o cálculo é conservador e não considera ampliação na área plantada, que deve ser mantida em torno de 48,5 milhões de hectares, devido à crise de renda que atinge o setor rural. O Rural Brasil agrega, além da CNA, a Associação Brasileira de Criadores (ABC); Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ), Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa); Conselho Nacional do Café (CNC); Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB); Sociedade Rural Brasileira (SRB) e União Brasileira de Avicultura (UBA).

Ernesto de Salvo destaca que é importante no próximo Plano de Safra ampliar a oferta de crédito rural com juros controlados, com taxas mais baixas que os das linhas de financiamento mercado, ou seja, compatíveis com a rentabilidade da agropecuária. Segundo explica o presidente da CNA, a agropecuária brasileira vive momento de crise, com alta dos custos de produção e queda nos preços pagos aos produtores. A saca de 60 quilos de soja, que em março do ano passado era negociada por R$ 40,00 em Mato Grosso, valia R$ 28,00 em março deste ano, o que representa queda de 30%.

Em momento de perda de renda, ressalta o dirigente, torna-se ainda mais importante a concessão de crédito com juros compatíveis para a produção rural, evitando queda nos investimentos futuros na lavoura. No ano passado, o governo anunciou a liberação de R$ 46,45 bilhões para o crédito rural, mas deste total, apenas R$ 24,7 bilhões foram operados com juros equalizados pelo Tesouro, entre as linhas de custeio, comercialização e investimento, incluindo a agricultura familiar. O Rural Brasil havia indicado a necessidade de R$ 56,2 bilhões para financiar a safra. As informações são da assessoria de imprensa da CNA.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink