CNA quer alíquota zero para importação de produtos

Agronegócio

CNA quer alíquota zero para importação de produtos

Desde março de 2006 alguns itens têm alíquota zero de importação
Por: -Fabiana Batista
1 acessos

A Confederação Nacional de Agricultura (CNA) encaminhou aos ministros da Câmara de Comércio Exterior (Camex) uma carta de repúdio ao pedido do Sindicato Nacional da Indústria de Matéria-Primas para Fertilizantes (Sipriferti) de retirar da lista de exceção do Mercosul algumas matérias-primas para fabricação do produto.

De acordo com o presidente da CNA, Ricardo Cotta, desde março de 2006 alguns itens têm alíquota zero de importação e, caso sejam tributados em 6%, como pede a proposta do Sipriferti, o produtor é que será onerado. "Isso é ruim, principalmente, porque o setor está tentando recuperar renda", pondera Cotta. O Sipriferti foi procurado para repercutir o assunto, mas ninguém se pronunciou.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink