Cofins compromete a competitividade da indústria de alimentos
CI
Agronegócio

Cofins compromete a competitividade da indústria de alimentos

Por:

Empresários do setor moageiro começam a sentir o impacto do aumento da alíquota da Cofins, de 3% para 7,6%, sobre seus negócios. É o caso do presidente do grupo Moinhos Vera Cruz, Jacques Berliner, que, segundo ele, teve seus custos tributários duplicados em fevereiro por conta da nova tarifa. Com faturamento de R$ 80 milhões por ano e lucro real, Berliner reclama que a elevação da Cofins alterou a competitividade do setor de forma desigual. "Cooperativas agrícolas e empresas com Imposto de Renda (IR) com base em lucro presumido foram poupadas do reajuste da Cofins. Enquanto isso, empresas com lucro real, como os Moinhos Vera Cruz, estão sujeitas ao reajuste da alíquota", diz ele, evocando necessidade de isonomia entre um mesmo produto e atividade, no caso o processamento de trigo.

Com processamento estimado de 200 mil toneladas de trigo em 2004, Berliner busca alternativas de substituição do trigo adquirido no mercado internacional, a fim de escapar da incidência do PIS-Cofins sobre o produto importado, previsto para entrar em vigor em 1 de maio próximo. Cerca de 50% dos volumes processados pelos Moinhos Vera Cruz são de trigo argentino e provenientes de países do Leste Europeu, como Polônia e Cazaquistão.

Para garantia de abastecimento de trigo nacional a médio e longo prazo, Berliner quer viabilizar a produção de trigo em Minas Gerais, estado onde a empresa tem instaladas suas unidades de produção (em Juiz de Fora e em Santa Luzia, cidade a 25 quilômetros de Belo Horizonte). Minas Gerais praticamente não aparece nas estatísticas de produção de trigo. Mas o empresário pretender desenvolver parcerias com agricultores locais para o cultivo do cereal.

No entender de Berliner, o aumento da alíquota da Cofins e a futura incidência do PIS-Confins sobre importações explicam, em parte, o conservadorismo do governo em relação às taxas de juros. "Por trás do baixo nível de redução dos juros na última reunião do Copom (Comitê de Política Monetária) está o receio de alta da inflação em conseqüência dos custos provocados pela Cofins", acredita Berliner. O empresário admite, porém, dificuldade, hoje, de repasse da elevação desses custos ao preço final de seu produto.

Com uma linha diversificada de misturas de farinhas trigo espe-ciais para pães, bolos e biscoitos, a empresa vai se lançar no mercado internacional este ano, com exportações para países da América do Sul. As negociações estão em curso e são mantidas em sigilo por Berliner. Enquanto isso, a empresa vem ampliando vendas no mercado local, usando, para isso, a criatividade, através da instalação das denominadas "lojas de fábrica", instaladas nas unidades de produção dos Moinhos Vera Cruz que, com preços de custo, procuram atender a população local e a pequenos comerciantes.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink