Colheita da soja encaminha-se para o final no RS

Agronegócio

Colheita da soja encaminha-se para o final no RS

Restam cerca de 2% da área para ser colhida
Por: -Janice
2114 acessos
As condições climáticas registradas nos últimos dias não alteraram, significativamente, a colheita da safra de verão, com os produtores podendo realizá-la sem dificuldades. Segundo a meteorologia, os próximos dias deverão apresentar condições semelhantes às registradas até aqui, com a parte norte do Estado registrando, novamente, um volume maior de chuvas.

Com a colheita do arroz já encerrada, os orizicultores se preocupam, agora, em colocar a safra no mercado. Nesse sentido, apesar das estratégias adotadas pelo setor produtivo, os resultados não têm surtido efeito. Os preços seguem em tendência de baixa e sem perspectivas aparentes de reação. Nesta semana, o preço médio da saca de 50 kg ficou abaixo dos R$ 19,00, marcando uma diferença de mais de 40% em relação ao preço do ano passado. Como consequência de uma desvalorização de 1,78%, o preço médio ficou em R$ 18,79 para o produtor.

As chuvas e a alta umidade verificadas nos últimos dias não permitiram a finalização da colheita da soja no Rio Grande do Sul, restando cerca de 2% da área para ser colhida. Com a finalização, resta aos produtores comercializar a safra em condições favoráveis, o que, de maneira geral, tem-se conseguido. Apesar da queda de 5,40% verificada nos últimos trinta dias, o atual preço médio da saca de 60 kg - R$ 40,44 – está 10% acima do preço praticado no ano passado, o que traz vantagens ao produtor.

As informações são da assessoria de imprensa da Emater/RS-Ascar.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink