Colheita de soja no Brasil registra atraso em seu início, aponta Céleres

Agronegócio

Colheita de soja no Brasil registra atraso em seu início, aponta Céleres

Precipitações intensas prejudicam os trabalhos em algumas áreas
Por:
1895 acessos
A colheita de soja no Brasil apresenta um atraso nesta fase em que os trabalhos estão em seu início, por conta de fatores climáticos, informou nesta segunda-feira a consultoria Céleres.

Até o final da semana passada, o Brasil havia colhido 9 por cento de sua safra 2010/11 estimada pela Céleres em 69,8 milhões de toneladas. Houve um avanço de somente dois pontos percentuais na comparação com a semana anterior.

Na mesma época do ano passado, os produtores brasileiros tinham colhido 15 por cento da safra 2009/10, estimada em 68,1 milhões de toneladas pela Céleres.

Os dados da consultoria também apontam que a colheita está atrasada em relação à média dos últimos cinco anos, com um índice de 7 por cento para esta época do ano.

"Em pesquisa realizada na semana passada, observou-se que o ritmo da colheita da soja tem sido mais lento neste ano quando comparado com o ano passado, principalmente por conta do clima", afirmou a consultoria em relatório semanal.

Além de o plantio da safra 2010/11 ter sido iniciado nos Estados do Centro-Oeste tardiamente, pela ausência de chuvas, agora precipitações intensas prejudicam os trabalhos em algumas áreas.

COMERCIALIZAÇÃO

Quanto às vendas, estima-se que 52 por cento da safra 2010/11 já tenha algum compromisso de entrega, um avanço de 3 pontos em relação à semana anterior, ante apenas 27 por cento registrado no inicio de janeiro de 2010, segundo a Céleres.

A média histórica para esta época do ano é de 43 por cento, segundo dados da Céleres.

Preços favoráveis levaram mais produtores a realizarem vendas antecipadas nesta temporada.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink