Colheita do Arroz: empresas e entidades apresentam inovações para as lavouras gaúchas

Arroz

Colheita do Arroz: empresas e entidades apresentam inovações para as lavouras gaúchas

Área das Vitrines Tecnológicas trará espaço para novidades e soluções aos produtores durante a Abertura Oficial da Colheita do Arroz
Por:
106 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.

A 29º Abertura Oficial da Colheita do Arroz terá como seu principal foco levar aos produtores informação, conhecimento, inovações e a permanente busca de soluções para as lavouras orizícolas do Rio Grande do Sul. O evento, que ocorre de 20 a 22 de fevereiro de 2019, na Estação Experimental Terras Baixas da Embrapa Clima Temperado, em Capão do Leão (RS), próxima à Pelotas (RS), terá como tema “Matriz Produtiva: Atividade Diversificada, Renda Ampliada”. 

Neste sentido, as vitrines tecnológicas cumprem papel fundamental nesta difusão de tecnologias. Empresas e instituições vão levar aos produtores novidades para áreas de arroz, soja, milho e pastagens. Estarão expondo no espaço empresas como Basf, Corteva, Ihara, SuperN, FMC, RiceTec, Adama, Bayer, Delta Plastics, Syngenta, Spraytec, Pioneer, Total Biotecnologia, Sindag e Pastos, além de instituições como a Embrapa, Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga) e Universidade Federal de Pelotas (UfPel).

Para o vice-presidente da Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz), Alexandre Velho, as vitrines tecnológicas serão uma grande oportunidade para o produtor na busca de soluções, inovação e, principalmente, de alternativas para um manejo adequado das culturas e uma consequente diminuição de custos em função da alta produtividade alcançada. “Nós não podemos perder esta oportunidade de uma verdadeira troca de experiência com vários produtores e olhar ao vivo o que as empresas estão desenvolvendo na busca de verdadeiras soluções para os manejos da lavoura”, analisa. 

Responsável pela implantação das lavouras, o coordenador do Irga Zona Sul, André Matos, informa que as vitrines de arroz já estão no início do período reprodutivo. "Estamos fazendo as aplicações de proteção, com fungicidas e inseticidas, para proteger o potencial produtivo das vitrines, que estão excelentes, com desenvolvimento espetacular. E as vitrines de soja algumas mais precoces estão em um período reprodutivo e outras estão em estado vegetativo, com foco na proteção do potencial contra pragas e doenças", detalha. 

Matos reforça ainda que também está sendo realizado o preparo da infraestrutura da área das vitrines tecnológicas com a melhoria das estradas que percorrerão o local, além da adequação de drenos e bueiros. O evento conta com Patrocínio Premium do Irga, correalização da Embrapa e é uma realização da Federarroz.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink