Colheita do arroz avança para 55% da área no RS

Agronegócio

Colheita do arroz avança para 55% da área no RS

Segundo levantamento os rendimentos estão em 7,05 mil quilos por hectare. Cerca de 4,1 mi de t do produto foram retirados da lavoura até o momento
Por: -Renata
318 acessos
A metade da safra gaúcha de arroz foi colhida e a produtividade da lavoura segue acima da expectativa, informa o acompanhamento semanal do Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga). Segundo o levantamento, 55,8% do processo foi finalizado e os rendimentos estão em 7,05 mil quilos por hectare. Cerca de 4,1 milhões de toneladas do produto foram retirados da lavoura até o momento.

A semana foi positiva e o tempo permaneceu seco nas regiões produtoras, o que contribuiu para o avanço em 15% da colheita. Se os efeitos do frio durante o carnaval já foram sentidos na produtividade, o mesmo não ocorre com as baixas temperaturas registradas nos últimos dias. Conforme o acompanhamento, são poucas as lavouras na maturação, fase considerada crítica para as oscilações do clima.

A Fronteira Oeste do Estado segue como a mais adiantada no processo e tem 68% da colheita finalizada. Destaque, também, para a produtividade registrada na região, acima de 7,5 mil quilos por hectare. A Planície Costeira Externa, que abrange os municípios próximos a Santo Antônio da Patrulha, também tem 68% da área colhida e os rendimentos estão em 6,2 mil quilos por hectare.

Já na Campanha, o procedimento está concluído em 59% das lavouras. Na Depressão Central e na Planície Costeira Interna, a colheita não chegou a 50% da área. A Zona Sul ainda está atrasada e só colheu 34% da área. Porém, a produtividade está acima do previsto inicialmente e a região obtém 6,68 mil quilos por hectare. 

Com 1,05 milhão de hectares plantados, a safra gaúcha de arroz está prevista em 7 milhões de toneladas, mas os problemas climáticos poderão reduzir esse número. O Estado deverá produzir 60% da safra brasileira de arroz neste ano. As informações são da assessoria de imprensa do Irga.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink