Colheita pressiona soja no Brasil

MERCADO FÍSICO

Colheita pressiona soja no Brasil

Preços médios da soja caindo 0,58% sobre rodas nos portos e de 0,15% no interior do País
Por: -Leonardo Gottems
238 acessos

Segundo apurou a pesquisa diária do Cepea, os preços da soja no mercado físico brasileiro fecharam a sexta-feira (25.01) com preços médios da soja caindo 0,58% sobre rodas nos portos brasileiros e de 0,15% nos preços oferecidos pelas indústrias no interior do país. “Devido à pressão natural da colheita, que está se iniciando em alguns estados”, aponta a T&F Consultoria  Agroeconômica. 

“Além disso, os produtores estão mais preocupados com as atividades das lavouras e com o planejamento da próxima temporada do que na comercialização”, complementa o analista da T&F Luiz Fernando Pacheco.

Assim, no Rio Grande do Sul o mercado esteve “parado” com preços entre R$ 73,00 e R$ 74,00 no interior, embora alguns compradores não oferecessem mais do que R$ 72,00. Em Santa Catarina o farelo de soja permaneceu com preços sem muita alteração nesta semana. Mercado firme por conta do Dólar e Chicago. 

Produto do Paraná a R$ 1.220 FOB, diferido e local a R$ 1.290 FOB diferido. No Paraná soja disponível na região dos Campos Gerais ficou entre R$ 74,00-R$ 75,00 para pagamento em 31 de janeiro, dependendo do volume. Para soja futura ideias entre R$ 75,00-76,00, mesmos preços de duas semanas atrás. Na região de Guarapuava preços ao redor de R$ 70,00.

No Mato Grosso do Sul negociadas apenas 20.000 toneladas no mercado spot, com preços descendentes: nesta sexta a Cargill chegou a pagar R$ 68,00 em Caarapó. Na Bahia, mercado spot ofecerendo preços de R$ 68,00, cerca de 5,5% abaixo de dois meses atrás. Para maio, os mesmos R$ 68,00.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink