Colômbia tem grande aumento na produção do café arábica

Produção

Colômbia tem grande aumento na produção do café arábica

Colômbia aumentou em 90% a produção de café entre 2016 e 2017
Por:
66 acessos

A Colômbia, um dos maiores produtores do mundo de café arábica,  aumentou sua produção em 90%, entre os anos de 2016 e 2017, com apenas quatro safras consecutivas, de acordo com o Observatório do Café desenvolvido pela Embrapa Café. Em números,  nos anos de 2011 a 2012 foi produzido mais de 7,6 milhões de sacas que continham 60kg. Já em 2016 e 2017, esse número alcançou 14,6 milhões. É esperado para os para os anos, que a Colômbia alcance 18 milhões de sacas em sua produção.

O motivo deste grande resultado, foi devido a um programa de renovação das lavouras, que o governo colombiano implementou e deu suporte. Isso faz com que sejam garantidos recursos financeiros para que o país tenha adicionalmente 100 mil hectares renovados de café, até 2024. Do ano de 2009 até o momento, 700 mil hectares já passaram por renovação, sendo que a área total do café cultivado está estimada em 900 mil hectares.

China como destaque do café arábica

De acordo com o Relatório Internacional de Tendências do Café, do Bureau de Inteligência Competitiva do Café, da Universidade Federal de Lavras (UFLA), a China deverá se destacar como grande produtor de café arábica, em breve. Isso porque, o governo e empresas do primeiro setor do país também têm apoiado por meio de financiamento, assistência técnica e extensão rural.

É importante destacar que a produção atual da China se encontra por volta de 2 milhões de sacas por ano, com tendência de que chegue aos 4 milhões em curto prazo e 8 milhões até o final da década de 2030.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink