Com 2020 desafiador, RTRS transformou desafios em conquistas
CI
Imagem: Pixabay
AGRONEGÓCIO

Com 2020 desafiador, RTRS transformou desafios em conquistas

A Associação Internacional de Soja Responsável cresceu e conquistou novas oportunidades em ano conturbado
Por:

A Associação Internacional de Soja Responsável (RTRS), plataforma global que promove a produção, o processamento e a comercialização responsável da soja em nível global, divulgou dados recentes que indicam que 2020, mesmo com o novo cenário mundial causado pela pandemia da Covid-19, foi de grande evolução para a RTRS, com volume considerável de material certificado e consumido, tanto créditos como balanço de massas e, principalmente, a constância de empresas que exigem material certificado RTRS e evidenciam seu compromisso com a aquisição responsável.

Enquanto o mundo reagia à pandemia de COVID-19, a RTRS manteve seu foco em seus objetivos, cresceu e consolidou seu alcance global. A Associação se adaptou e permaneceu flexível, mantendo um diálogo produtivo com diversas organizações do setor de soja.  Como plataforma mundial de soja, RTRS participou ativamente de várias conversas globais e propôs diversas reuniões visando promover o diálogo e viu o crescimento acelerado no mundo todo em certificação de soja.

Crescimento contínuo

Em 2020, a associação teve um aumento de 20% na absorção (em comparação com 2019), totalizando 4,750 milhões de toneladas de material certificado, além disso recebeu 11 novos membros e 39 novas organizações adquiriram material certificado RTRS em 2020 pela primeira vez. Ao todo, adquiriram 500.000 toneladas de material certificado.

Apesar das restrições econômicas em nível mundial, foram certificados 1.257.783 hectares, com 4,4 milhões de toneladas de soja sustentável produzidas na América Latina e Ásia e a Certificação de Cadeia de Custódia RTRS atingiu um número recorde de certificações, demonstrando o compromisso das empresas com maior transparência e rastreabilidade em toda a cadeia de valor da soja. 

O número de locais certificados aumentou quase 121% em relação a 2019. Em 2020, foram certificadas 68 unidades de armazenamento, 21 usinas de processamento, 19 portos, uma unidade de transferência e seis escritórios comerciais localizados em oito países (Argentina, Brasil, Índia, França, Alemanha, Paraguai, Países Baixos e Uruguai).

Conexão com o mundo e o “novo normal”

Quando o distanciamento social passou a ser o “novo normal” nas conexões, foi reinventado e desembrulhado novas formas de trabalhar para manter o diálogo ativo com toda a cadeia da soja. A RTRS permaneceu conectado por meio de seus canais digitais, garantindo uma comunicação efetiva e a participação ativa de todas as partes envolvidas. Os seminários web (webinars) emergiram como uma ótima maneira de preservar essa conexão. No total, foram 15 palestrantes, mais de 500 pessoas de 20 países e 94 organizações participando dos webinars da RTRS ao longo do ano.

Além disso, em reconhecimento do papel da Associação na cadeia de valor da soja como plataforma multissetorial, a RTRS tornou-se oficialmente membro da nova Plataforma da Comissão Europeia para o Diálogo Multipartes sobre o Desmatamento e Degradação Florestal ("a Plataforma"). A Plataforma foi criada pela Comissão Europeia para servir como fórum onde as partes interessadas possam trocar informações e experiências, formar alianças e promover e compartilhar compromissos para reduzir significativamente o desmatamento.

“O mundo compreende que não se trata de uma escolha entre a soja e a natureza ou os direitos humanos, mas sim de pessoas, meio ambiente e economia. Ainda há um longo caminho pela frente e muito trabalho a ser feito, mas estamos mais convencidos do que nunca de que a RTRS é uma plataforma multissetorial confiável para compreender holisticamente e abordar os vários desafios globais que teremos que enfrentar pela frente”, enfatiza Cid Sanches, consultor externo da RTRS no Brasil.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink