Com apoio da Dow AgroSciences, 12 projetos são premiados na Olimpíada USP
CI
Agronegócio

Com apoio da Dow AgroSciences, 12 projetos são premiados na Olimpíada USP

Autores do projeto vencedor na categoria Tecnologias Agrárias visitarão o Centro de Pesquisas da empresa nos Estados Unidos
Por:
Autores do projeto vencedor na categoria Tecnologias Agrárias visitarão o Centro de Pesquisas da empresa nos Estados Unidos

Acaba de chegar ao fim a II Olimpíada USP Inovação, patrocinada pela Dow AgroSciences, empresa de ciência, tecnologia e inovação que pesquisa e desenvolve produtos para a agricultura.

Um total de 641 projetos foram inscritos por docentes, técnicos, estudantes de graduação e pós-graduação desta reconhecida Instituição de Ensino e Pesquisa. Classificados em quatro diferentes áreas (Tecnologias Exatas, da Terra e de Engenharias; Tecnologias da Saúde e Biológicas; Tecnologias Agrárias e Tecnologias Sociais Aplicadas e Humanas), 12 projetos foram premiados no evento, que aconteceu na FEA-USP.

Com realização da Agência USP de Inovação, a iniciativa tem como finalidade proporcionar aos pesquisadores a oportunidade de concretizar resultados científicos e tecnologias em produtos e serviços, seja para fins lucrativos ou sociais. "A segunda edição da Olimpíada USP de Inovação foi marcada por um expressivo número de trabalhos inscritos, uma notável evolução das equipes durante as etapas e, consequentemente, a dificuldade das bancas para selecionar os melhores entre tantos projetos excelentes", declarou Alexandre Venturini Lima, diretor técnico de Transferência de Tecnologia da Agência USP de Inovação.

Além de certificados e medalhas nas categorias ouro, prata e bronze, os vencedores da área de Tecnologias Agrárias visitarão o Centro de Pesquisas da Dow AgroSciences em Indianópolis, nos Estados Unidos, em 2012. "É uma honra para a Dow AgroSciences ter a oportunidade de contribuir com a comunidade científica da USP no processo de divulgação dos resultados de suas pesquisas, o que é de fundamental importância no processo de transformar informação científica em produtos tecnologias e serviços que agreguem valor à sociedade. A inovação sempre foi e continuará sendo uma ferramenta vital no processo de desenvolvimento da humanidade. Compartilhamos dos mesmos valores da Agência USP de Inovação e parabenizamos todos os envolvidos na realização dessa iniciativa", ressalta Ildo Pedro Mengarda, diretor de Pesquisa & Desenvolvimento da Dow AgroSciences.

A Dow AgroSciences tem na ciência, inovação e tecnologia um dos principais pilares de crescimento e sustentação dos seus negócios no Brasil e no mundo. Por isso, oferece soluções agroquímicas e biotecnológicas inovadoras globalmente, apoiando atividades que incentivam a pesquisa e o desenvolvimento como parte de sua missão.

Confira os projetos vencedores:

Tecnologias Exatas, da Terra e Engenharias

1° Colocado - Medalha de ouro
Projeto:
"Biossensor condutométrico sem contato em microchips: uma alternativa potencial para a determinação de biomarcadores tumorais"
Equipe:
Renato S. Lima, Wendell K. T. Coltro, Claudimir L. do Lago e Emanuel Carrilho
Instituto de Química de São Carlos
Grupo de Bioanalítica, Microfabricação e Separações (BioMicS)

2° Colocado - Medalha de prata
Projeto:
"Identificação de madeiras por meio de um nariz eletrônico polimérico"
Equipe:
Juliana Ribeiro Cordeiro e Jonas Gruber
Instituto de Química
Laboratório de Síntese de Polímeros Condutores

3° Colocado - Medalha de bronze
Projeto:
"PROJETO BIO CARBON BLACK"
Equipe:
Leonardo Willians Glidiz
Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Centro Avançado de P&D em Nanobiotecnologia

Tecnologias da Saúde e Biológicas

1° Colocado - Medalha de ouro
Projeto:
"Aparelho expansor ortopédico maxilar diferencial"
Equipe:
Rita de Cássia Moura Carvalho Lauris e Daniela Gamba Garib Carreira
Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais
Laboratório de Ortodontia

2° Colocado - Medalha de prata
Projeto:
"Acetona exalada como novo biomarcador do diagnóstico e do prognóstico em curto prazo da insuficiência cardíaca"
Equipe:
Fabiana G. Marcondes Braga, Fernando Bacal, Guilherme L. Batista e Ivano G.R. Gutz
Instituto do Coração
Laboratório de Insuficiência Cardíaca

3° Colocado - Medalha de bronze
Projeto:
"Inibição de metaloproteinases da matriz como nova estratégia para prevenção de erosão dentinária"
Equipe:
Melissa Thiemi Kato, Ana Carolina Magalhães, Aline L. Leite e Marília A. R. Buzalaf
Faculdade de Odontologia de Bauru
Laboratório de Bioquímica

Tecnologias Agrárias

1° Colocado - Medalha de ouro
Projeto:
"Marcador genético aplicado à produção avícola"
Equipe:
Andrezza Maria Felício, Aline Silva Mello Cesar, Gustavo Gasparin e
Luiz Lehmann Coutinho
Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"
Laboratório de Biotecnologia Animal

2° Colocado - Medalha de prata
Projeto:
"EQUIPAMENTO PARA AMOSTRAGEM DE PRAGAS EM TEMPO REAL"
Equipe:
André Signoretti, Aline Kamiya, Renata Morelli e José Maurício Bento
INCT - Semioquímicos na Agricultura
Laboratório de Ecologia Química e Comportamento de Insetos

3° Colocado - Medalha de bronze
Projeto:
"MISTURA PARA BOLOS SEM ADIÇÃO DE OVOS"
Equipe:
Fausto Makishi, Cynthia Ditchfield, Giovana Nicoletti, Ana L. Gabas
Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos
Laboratório de Processos de Engenharia de Alimentos

Tecnologias Sociais Aplicadas e Humanas

1° Colocado - Medalha de ouro
Projeto:
"ARQUIGRAFIA"
Artur Rozestraten, Marco Gerosa, Maria Laura Martinez, Fabio Kon
Equipe:
Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Instituto Militar de Engenharia e Escola de Comunicações e Artes
Núcleo de Pesquisa em Ambientes Colaborativos

2° Colocado - Medalha de prata
Projeto:
"ExProsodia"
Equipe:
Waldemar Ferreira Netto, Marcus Vinícius M. Martins e Daniel Oliveira Peres
Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
ExProsodia - Análise automática da entoação na fala de língua portuguesa

3° Colocado - Medalha de bronze
Projeto:
"Modelo de Informações Ambientais"
Equipe:
Maisa de Souza Ribeiro, Silvio Hiroshi Nakao e Amaury J. Rezende
Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto
Laboratório de estudos socioambientais

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.