Agronegócio

Comercialização de algodão em MT continua lenta

Os cumprimentos dos contratos futuros estão sendo finalizados e as vendas futuras vem se fortalecendo a cada dia no estado
Por: -Redação
4 acessos

A comercialização do algodão em Mato Grosso continua em ritmo lento. Os cumprimentos dos contratos futuros estão sendo finalizados e as vendas futuras vem se fortalecendo a cada dia no estado. O mercado internacional da pluma vem oscilando devido à movimentação de compras por parte dos especuladores e investidores na NYBOT. As informações são do boletim do Imea (Instituto Mato-grossense de Economia Agrícola), divulgado nesta quinta-feira (16-11).

O mercado interno de algodão em pluma apresentou alta de 0,5% no início desta semana em relação ao primeiro dia do mês de Novembro. A pluma segue cotada a R$ 39,90 em Itiquira, R$ 39,70 em Pedra Preta, R$ 39,60 em Primavera do Leste e Campo Verde, R$ 39,10 em Sorriso e R$ 39,00 em Campo Novo do Parecis e Sapezal.

O IBGE estima um aumento de 37% na área de plantio de algodão 1 safra. De acordo com esse levantamento a área de plantio que na safra passada ocupou 286 mil há no estado passará para 392 mil há em 2006/07. Para o algodão safrinha a estimativa é de aumento de 22%, passando de 93,5 mil há para 113,9 mil há. Desta forma, a área de cultivo de algodão na safra 2006/07 deverá ficar em 505,9 mil há, valor que ultrapassa em 56 mil há da estimativa da Conab (450 mil ha). As informações são da assessoria de imprensa da Famato.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink