Comissão de Grãos da Faeg se reúne na Tecnoshow e discute dificuldades desta safra
CI
Agronegócio

Comissão de Grãos da Faeg se reúne na Tecnoshow e discute dificuldades desta safra

Produtores discutem as dificuldades enfrentadas nesta safra
Por:
A Comissão de Grãos da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg) transferiu a reunião mensal para o Stand da Tecnoshow e reuniu produtores da região para discutir sobre as dificuldades enfrentadas nesta safra. O debate contou com a participação da superintendente técnica da Confederação Nacional de Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Rosimeire Cristina dos Santos e teve como pauta: vazio sanitário, medidas provisórias, perdas com a seca, questões tributárias, crédito rural, NR 31 e seguro rural.

O assunto mais debatido foi o seguro rural e os produtores reivindicaram sobre necessidade de uma repaginação do sistema de seguro que esteja de acordo com as necessidades de manutenção de renda, beneficiando o produtor. “Em uma recente pesquisa foi diagnosticado que em Goiás, apenas 23,5% dos produtores contrataram o seguro e com apenas 50% de cobertura sobre a produtividade média da área segurada, ou seja, estamos contratando um seguro para apagar fogo em caixa d’água.”, afirma Pedro Arantes, consultor técnico do Senar Goiás.

Já o presidente da Comissão, Flávio Faedo, acredita que o seguro rural tem apenas onerado o produtor. De acordo com o assessor técnico do sindical rural, Alexandre Câmara Bernardes, é preciso ampliar a discussão e promover um novo modelo de seguro que venha a contemplar a renda do produtor rural, evitando assim, novas rodadas de renegociações.

Legislações trabalhistas
As legislações trabalhistas também foram centro de discussão. O produtor rural Koji Watanabe destacou que é quase impossível cumprir todas as exigências da NR31 nas propriedades rurais da região. “O que vemos diariamente é uma enxurrada de cobranças que se aplicam diretamente à zona rural, o que na verdade, não deveria acontecer” diz.

A superintendente técnica da CNA, Rosimeire Cristina dos Santos, disse aos produtores que a maior pauta da confederação é justamente a trabalhista e é a que menos evoluiu. “A CNA esta participando de diversas audiências públicas em vários estados para rever alguns quesitos da NR31, uma vez que alguns produtores estão sendo multados por não conseguirem alinhar todas as normas”, comenta.

Vazio sanitário
O vazio sanitário também foi comentado e, para os produtores, ele é fundamental uma vez que evita a proliferação de problemas nas culturas. “Temos que nos policiar, precisamos também estar de olho em nosso vizinho que venha a não cumprir com o calendário agrícola, pois ele poderá colocar em risco todas as fazendas ao redor, uma vez que todos nós sabemos dos danos da falta de um vazio sanitário”, explica o presidente do Sindicato Rural de Cristalina Alécio Maróstica.

Crédito Rural
O presidente do Sindicato Rural de Cabeceiras, Arno Wais, pontuou sobre o crédito rural e afirmou que problemas advindos da estiagem devem ser levados para uma discussão mais ampliada. “Agora com a seca muitos de nós tivemos que prorrogar os empréstimos, fomos até o banco, fizemos estas prorrogações, mas não fomos informados por exemplo de que fazendo isto, estaríamos ficando sem crédito futuramente, por isso que eu falo que é preciso levarmos esta discussão até as autoridades máximas do nosso setor”, desabafa Wais.

A reunião de acordo com os produtores serviu como forma de debater os principais assuntos do cotidiano rural e ainda abrir espaço para possíveis questionamentos juntos à CNA. A superintendente técnica disse aos produtores que hoje são mais de 2.500 projetos de lei tramitando no Senado e Câmara Federal e no que depender da CNA, esforços não serão medidos na hora de ajudar o produtor rural.

A reunião encerrou-se com o sorteio de camisetas do Time Agro Brasil, autografadas pelo Rei do Futebol, Pelé. 

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink