Comissão de Ovinos da Farsul apresenta sugestões para governo do Estado

Agronegócio

Comissão de Ovinos da Farsul apresenta sugestões para governo do Estado

"Um bom programa de retenção de matrizes precisa de dois anos de carência com pagamento de 50% do empréstimo no segundo ano e o restante no terceiro"
Por:
1400 acessos
Dirigentes de sindicatos rurais das regiões produtoras de ovinos se reuniram na sede da Farsul nessa segunda- feira (24), para levantar sugestões ao programa do governo do estado para ovinocultura. Segundo o coordenador interino da comissão de ovinos da Farsul, Nilson Missel, um bom programa de retenção de matrizes precisa de dois anos de carência com pagamento de 50% do empréstimo no segundo ano e o restante no terceiro. “O prazo permitirá que o criador venda seus produtos e pague o financiamento com recursos da atividade. A garantia deve ser o próprio produto, evitando assim a penhora de seus bens” afirmou Missel. Ele também destacou que é necessária a redução da burocracia no acesso aos recursos, sem exigência de projeto global da propriedade. “O ideal é que a ficha zootécnica, com número de matrizes, seja suficiente para acessar o empréstimo,” sugeriu Missel.

O dirigente destacou que o preço do cordeiro equivalente ao dobro do pago ao boi gordo, devido à grande demanda, estimula o setor, exigindo aumento na produção em todos os níveis. Portanto, “o programa de retenção de matrizes chega em boa hora e deve ajudar no aumento da produção de cordeiros. É importante também eliminar as ovelhas velhas e os carneiros inférteis, práticas hoje abandonadas”, concluiu Missel.

As informações são da assessoria de imprensa da Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul – FARSUL.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink