Comissão discute crueldade no abate de animais
CI
Agronegócio

Comissão discute crueldade no abate de animais

É debatida a falta de higiene, de fiscalização e o emprego de técnicas cruéis no manejo de animais de produção
Por:
Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável debate com representantes do governo, de ONGs e de abatedouros a falta de higiene, de fiscalização e o emprego de técnicas cruéis no manejo de animais de produção.

A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável discute hoje, às 14 horas, a crueldade a que os animais de produção são expostos em abatedouros municipais e estaduais legalizados do País. A audiência foi proposta pelo deputado Ricardo Tripoli (PSDB-SP), que é coordenador de Fauna da Frente Parlamentar Ambientalista do Congresso Nacional e autor do Projeto de Lei 215/2007 que institui o Código Federal de Proteção Animal.


De acordo com Tripoli, reportagem veiculada pelo programa Fantástico em 10/03/2013, da TV Globo abordou “de maneira realista a crueldade a que os animais de produção são expostos em abatedouros do País”. Segundo ele, o trabalho dos jornalistas mostra a falta de fiscalização e de higiene dos abatedouros.


“São animais mortos com marretas e até com uma espingarda. Restos de carnes espalhados entre cachorros e porcos. Funcionários fumando, sem camisas e cortando o gado com um machado. É inadmissível que os abatedouros funcionem de maneira tão precária”, afirmou o parlamentar.


Foram convidados:

- representante do Ministério do Meio Ambiente;
- o secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Enio Antonio Marques Pereira;
- representante do Ministério da Saúde;
- gerente de Animais de Produção da ONG WSPA Brasil (Sociedade Mundial de Proteção Animal), Charli Ludtke;
- diretor da ONG Amigos da Terra, Roberto Smeraldi;
- o consultor da Confederação Nacional dos Municípios, Mário Augusto Ribas do Nascimento;

A audiência será realizada no Plenário 8.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.