Como alavancar agricultura e pecuária na Amazônia
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,200 (0,72%)
| Dólar (compra) R$ 5,63 (0,59%)

Imagem: Pixabay

ESPECIAL

Como alavancar agricultura e pecuária na Amazônia

Neste sábado, 5 de setembro, é o Dia da Amazônia. O bioma tropical é o maior do planeta
Por: -Eliza Maliszewski
2330 acessos

Neste sábado, 5 de setembro, é o Dia da Amazônia. O bioma tropical, que é o maior do planeta, tem 5 milhões de quilômetros quadrados.  A data comemorativa foi instituída pela Lei nº 11.621, de 19 de dezembro de 2007, com o intuito de conscientizar as pessoas sobre a importância da maior floresta tropical do mundo e da sua biodiversidade para o planeta e se refere ao dia em que o Príncipe D. Pedro II decretou a criação da Província do Amazonas (atual Estado do Amazonas).

O local conta com estados produtores de carne, café, soja, milho e culturas regionais importantes para a economia do país, tendo, inclusive, grandes índices de produção. O desafio constante e que atrapalha a imagem do Brasil no exterior é o desmatamento.

A tendência é que neste ano a devastação da floresta seja ainda maior do que em 2019. Segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), há 34% mais alertas de desmate nos últimos 12 meses do que no ano anterior, incluindo desmatamento e queimadas. Em agosto o volume de queimadas registradas foi o segundo maior da década, com 29.3 mil focos de calor. Com isso fundos de investimento estrangeiros, que somam US$ 3,7 trilhões em ativos, cobraram mudanças na política ambiental. 

Projetos como os da ONG The Nature Conservancy, uma das maiores de preservação ambiental do mundo, presente em 3 continentes e há 30 anos no Brasil, avaliam as áreas subutilizadas na região e prospectam oportunidades para a produção de alimentos sem a abertura de novas áreas, garantindo renda aos produtores rurais. Entre os fatores positivos o avanço da tecnologia de produção, uso de sistemas integrados, áreas de pastagem degradadas que podem ser recuperadas na casa de 30% (em cada 10 hectares abertos há 6 para pecuária, 1 pra agricultura e 3 abandonados). 

Projeções da Embrapa apontam que até 2027 o Brasil vai aumentar 45% a produtividade e isso vai poupar 10 milhões de hectares, aumentando a eficiência produtiva. Especialistas avaliam como a agricultura e a pecuária podem expandir na Amazônia Legal com sustentabilidade. Confira no vídeo.

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink